8 Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será publicado

Por favor insira um comentário
Por favor informe seu nome
Informe uma url válida.
  • Anônimo 21 de fevereiro de 2011, 20:43

    Katia estava eu no ipiranga, e por muito pouco não fiquei preso na avenida do estado, vi carros flutuando, uma loucura, era bom perguntar aos administradores regionais, tanto de v.prudente como do ipiranga o que devemos nós simples transeuntes nesta situação, nos resta chorar . Abraços

  • Anônimo 21 de fevereiro de 2011, 20:53

    Estas imagem já foram vistas por vários anos….cadê os piscinões prometidos?????

  • Anônimo 22 de fevereiro de 2011, 11:19

    🙁 É assustador… O pior é que a história sempre se repete e nada é feito…

  • Anônimo 22 de fevereiro de 2011, 12:12

    Pago IPTU, que por sinal caríssimo pra que? Para ter enchentes na porta da minha casa??? Acordo Prefeito cadê os Piscinões da Vila Prudente???

  • Anônimo 22 de fevereiro de 2011, 12:24

    😉 Esqueceram de comentar sobre a queda de uma centenária arvore na Rua Chamantá, exatamente na Praça da antiga fábrica Bernauer, entre Ruas Baceunas e Ilansa. Há uma construção civil, onde por volta de 15:00 um caminhão descarregava material no local, impedindo a passagem dos carros (rota alternativa para quem vem do Ipiranga e vai para Av. Anhaia Mello, ou mesmo centro pelo Av. Paes de Barros, Radial Leste ou até Av. Salim Farah Maluf) deixando-os ilhados basicamente. No local haviam 3 outros carros estacionados quando a arvore despencou, por sorte mais adentro da praça, mas não deixando de atingir os carros estacionados e os que estavam impedidos de passar por conta do caminhão. Segundo informações de pessoas que estavam dentro de seus carros na hr e local da queda o caminhoneiro e alguns carros se evadiram sem sequer prestar um socorro ao taxista que foi atingido com um enorme galho que danificou o teto e vidro dianteiro, mas felizmente nao sofreu nada. Srs. responsáveis pela obra, por ser rota alternativa vocês bem que poderiam juntamente com a CET e/ou outro orgão que se faça necessário, desviar a rota por um quarteirão na hora do descarregamento de material, haja visto necessitar de um tempo demasiado (conforme informação dos ocupantes dos carros cerca de 5/10 minutos) ou mesmo programar um horario mais flexível ao invés de impedir a passagem do fluxo constante que conta com a linha de onibus metro Ana Rosa/Bresser. Mas poderíamos também deixar um comentário sobre o lixo doméstico que obstrue a agua. Aí população não dá só pra culpar as autoridades, cada um tem que fazer a sua parte. Vamos varrer suas calçadas, depositar o lixo próximo a hr da coleta, recolher o cocô do cachorrinho e demais atitudes que só nos farão bem e aí sim poderemos cobrar rigorosamente das autoridades a parte deles.

  • Anônimo 23 de fevereiro de 2011, 00:01

    oi katia tava na vila prudente e a agua
    entro na loja em que eu trabalho acabou com tudo
    que situação estamos vivendo, tanto imposto que agente paga
    pra nada, so nos resta continuar lutando corda
    prefeito :zzz :zzz
    abraço…

  • Anônimo 25 de fevereiro de 2011, 14:14

    Parece que na Vila Prudente,todos fomos abandonados pelas autoridades…Pois é uma vergonha,todo ano é a mesma coisa: enchentes,falta de luz e o principal falta de VERGONHA na cara dos nossos governantes…Moro na Rua Limeira,né…então imagina só o quanto eu e todos sofremos com a situação(mês de Fevereiro e Março) ninguém pode viajar…QUE VERGONHA!!!! :-* :zzz :-*

  • Anônimo 1 de março de 2011, 04:02

    Trabalho no Ipiranga e moro na Vila Prudente, não aguento mais essa situação, todas as vezes que ocorre alagamento preciso aguardando baixar a agua para atravessar, e por conta disso meu filho esta ficando na casa da avó e pegando ele so na sexta-feira, porque não tenho que busca-lo na escolinha .
    🙁