1 Comentário

Deixe um comentário

Seu email não será publicado

Por favor insira um comentário
Por favor informe seu nome
Informe uma url válida.
  • Humberto 1 de abril de 2017, 01:31

    Tem mesmo que fiscalizar e muito na Vila Zelina. Por exemplo, a ilha situada na Avenida Zelina X Tamuanas – tema de matéria da Folha há exatos cinco anos, ver link abaixo – é um ponto proibido onde historicamente se estaciona a torto e a direito e não tem Cristo que faça a CET multar estes vagabundos; além da mesma não ser reformada, pois os tachões misteriosamente desaparecem, o que curiosamente favorece a ação dos motoristas meliantes.
    Também tem o estranho caso do desaparecimento da placa de “Proibido Estacionar”, que ficava na esquina da Rua Inácio com Pça Rep Lituana, no trecho lateral à igreja de Vila Zelina, altura do numero 656, e que não está mais lá.
    Outro local que merece destaque em termos criminais é o numero 749 da Avenida Zelina, onde também é proibido o estacionamento, mas os vilazelinenses não ligam para bobagens como leis.
    A própria praça é um manancial de crimes de trânsito e quando colocaram uma base móvel da PM a pedido da comunidade, e os policiais começaram a fazer sua obrigação – ou seja, multar os marginais motorizados – rapidamente a mesma comunidade reclamou, chiou e, por fim, a base desapareceu do pedaço. Os vilazelinenses preferem enfrentar a bandidagem em vez de cumprir as leis de trânsito.
    Isso mesmo, CET, venha mesmo fiscalizar.

    http://www.folhavp.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=920:apesar-de-proibido-estacionamento-em-ilhas-e-comum-&catid=46:acontece-na-regiao&Itemid=125