4 Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será publicado

Por favor insira um comentário
Por favor informe seu nome
Informe uma url válida.
  • Anônimo 22 de junho de 2012, 19:08

    Não adianta reclamar a Prefeitura Municipal e conivente com estes caçambeiros, pois não acredito que após tantos anos reclamando a PMSP, não saiba quem são estes que despejam entulhos em locais já manjados para descartes irregulares.

  • Anônimo 22 de junho de 2012, 19:52

    essas subs vp, mooca, ipiranga, e o 156 juntando tudo isso ai nao vale nada, ele so querem o nosso dinheiro e nada mais, trabalhar que e bom eles nao sabe que isso, a cidade de sao paulo no geral esta abandonada tanto pelo nosso prefeito, quanto mais dessas sub pref, para a populaçao de regiao, porque nao colocar cameras nessas areas de vicios, que so assim vamos conseguir prender esses porco vagabundos que despeja entulhos por toda a cidade, e tambem de que ver se essas subs nao esta envolvida com esses canalhas, porque e so falar em dinheiros que as subs vende a mae se for preciso, tudo isso e uma vergonha, estamos de olho.

  • Anônimo 26 de junho de 2012, 12:59

    Ué, Sr. prefeito, cadê a “cidade limpa”?
    Fiscalização só existe para os comerciantes que não colocam a placa do estabelecimento no padrão estabelecido. Agora, pra esse bando de marginais que vive emporcalhando mais ainda a cidade com o despejo clandestino de entulho e outros lixos… NADA!

  • Anônimo 26 de junho de 2012, 23:00

    Podiam falar dos “pontos viciados” que temos em VILA ZELINA, que são aqueles locais onde rotineiramente moradores e motoristas estacionam seus automóveis de forma ilegal. Esses “pontos viciados” são de conhecimento de todos, e os moradores do bairro tremem só de pensar na CET fiscalizando nossas vias de forma decente ( o contrário do que, evidentemente, ocorre hoje ). De cabeça eu poderia citar o primeiro quarteirão da
    Rua Professor Gustavo Pires de Andrade, altura do numero 200 e pouco, onde moradores deixam seus carros sobre a calçada obrigando o pedestre a caminhar pelo meio da rua, em plena via de mão dupla. Outro local bastante viciado é a Rua das Heras esquina com Rio do Peixe, que padece do mesmo “vício”. Aliás, a partir da Rio do Peixe, até a Avenida Zelina, o que mais se vê são carros sobre as calçadas. O mesmo se observa na Rua das Verbenas, Rua Rio do Peixe na altura da Rua Itacarambi.
    Por sua vez, é comum cidadãos ingênuos deixarem seus automóveis no número 630 da Rua Inácio, local adornado por uma placa de Proibido Estacionar. Este local, aliás, dista uns 20 metros do posto policial. Na Avenida Zelina, a partir do número 1200 é bastante costumeiro o estacionamento sobre as calçadas e, curiosamente, vemos bastantes vezes viaturas policiais trafegando por ali sem tomar conhecimento dum fato tão clamoroso.
    Ah, a lista não ficaria completa sem este local: rua Prfessor Gustavo Pires de Andrade altura 730, esquina com Manaias. Neste local, é comum ( rotineiro, cotidiano, normal ) flagrarmos carros sobre a calçada, debaixo duma sinalização de Proibido Estacionar ( vandalizada com tinta azul da mesma cor empregada na pintura do prédio da esquina ), às vezes na contramão.
    Como disse acima, é do conhecimento de todos.