6 Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será publicado

Por favor insira um comentário
Por favor informe seu nome
Informe uma url válida.
  • Anônimo 12 de maio de 2015, 17:29

    É simplesmente patético o que esse prefeito está fazendo nesta cidade. Na foto maior dá para perceber que pintaram até o mato que está no chão. Um absurdo.
    Acho que nosso alcaide pensa que está em Shangai.

  • Anônimo 13 de maio de 2015, 12:04

    Como pode alguém ser a favor disso??? Esse Prefeito é maluco, fazer ciclo faixas tudo bem desde que bem planejado, mas pitar calçadas esburacadas e com matos, vielas, porta de residências, é um absurdo!!!! Alguém tem que parar esse maluco!!!!

  • Anônimo 13 de maio de 2015, 19:07

    Quem critica tanto não anda de bicicleta. Não faz idéia do que é andar de bicicleta em São Paulo.
    Num plano de expansão de 400km erros estão acontecendo e apenas os erros são mostrados. Dentre as centenas de km de ciclovias já criadas, a grande maioria tem qualidade suficiente, na medida para não perder em nada para outras ciclovias em qualquer cidade ao redor do mundo.
    Quero ver vocês fazerem uma matéria mostrando todas as BOAS ciclovias já implantaads ao invés de apenas mostrar os terchos problemáticos.
    Lembrando também que antes da tinta vermelha, os ciclistas eram obrigados a pedalar no MESMOS trechos esburacados mas sem a proteção mínima dada pela sinalização horizontal.

  • Anônimo 14 de maio de 2015, 15:10

    Quem vai “parar” este absurdo? Ministério Público? A quem denunciar estas intervenções ridículas da Prefeitura de S. Paulo? Na Vila Zelina foram feitas ciclofaixas em ruas tão estreitas, que mal passa um carro….quem dirá bicicleta… A maioria das faixas dos nosso bairros está obsoleta em qualquer dia da semana. Enquanto isto, comércios fecham por falta de opção de estacionamento e bairros onde existia movimento comercial e industrial sofrem pela dificuldade de acesso. O que fazer?

  • Anônimo 14 de maio de 2015, 16:44

    VERGONHA!

  • Anônimo 14 de maio de 2015, 21:23

    Nada justifica o inicio da instalação da ciclovia em buracos, mas insistir na mesma história de ciclovia em calçada é falta de conhecimento. Além de previsto no código de trânsito já que o espaço é compartilhado por pessoas e não por pessoa e máquina (automóvel), neste trecho de calçada sequer passam pedestres ao longo do trecho.