2 Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será publicado

Por favor insira um comentário
Por favor informe seu nome
Informe uma url válida.
  • Anônimo 30 de abril de 2015, 17:15

    Simplesmente lindo o reconhecimento do Ayrton Senna pelo “Tchê”, descrito neste depoimento de 1990.!!!!

  • Anônimo 11 de junho de 2015, 19:02

    Ayrton Senna, além de simples é generoso,digo é porque para mim a morte não existe, apenas evoluimos.