23 Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será publicado

Por favor insira um comentário
Por favor informe seu nome
Informe uma url válida.
  • Anônimo 27 de setembro de 2013, 14:44

    O mesmo governo que te da subsidios para comprar um carro, nao deixa voce andar com ele, uso transporte publico e carro e as duas situações estao inviáveis, um pela superlotação e a outra pelo supertransito….

  • Anônimo 27 de setembro de 2013, 15:48

    o ultimo usuario falou td nao aumentaram a frota de onibus e a av tem uma faixa so para carros um crime

  • Anônimo 27 de setembro de 2013, 23:27

    Engraçado…
    Isso só comprova que, infelizmente, essa atual gestão da prefeitura tá totalmente perdida… Não dá uma dentro! Incrível, sinto ter jogado meu voto no lixo!
    Querem priorizar o transporte público? Ótimo, coloquem ônibus de melhor qualidade, coloquem os marronzinhos para orientar o trânsito e não apenas no horário do rodízio para multar os motoristas que estão ilhados no trânsito parado.
    Tenham o bom senso de não implantar faixas exclusivas numa avenida sucateada e abandonada como a Anhaia Mello..
    Observem que 2 lanchonetes na Anhaia Mello travam o trânsito aos finais de semana, enfim, façam coisas simples, para as quais, aliás, foram eleitos!

    • Anônimo 30 de setembro de 2013, 20:40

      olha, priorizar junk food é tenso, quanto menos mcdonalds menos gastos com saúde pública.
      encher de onibus também é ineficaz; ainda mais numa avenida como a anhaia mello que necessita de manutenção, mas não pode fazê-la agora devido às obras do monotrilho; colocar um onibus novo na avenida o quebraria em pouco tempo.

      e onibus deve ser priorizado; um onibus leva até 150 pessoas por viagem, um carro levaria no máximo 5; porém a grande maioria transita apenas com o motorista; é bem capaz que seja mais frequente um motociclista com alguém na garupa do que carro com o banco do carona ocupado.

  • Anônimo 28 de setembro de 2013, 13:39

    Pior gestão que já teve Haddad, a avenida está acabada, cheia de buracos (crateras) e ainda com faixa exclusiva, só Deus mesmo para nos ajudar.

    • Anônimo 30 de setembro de 2013, 20:45

      Acho que a responsabilidade maior é do kassab, que teve 8 anos para recapear a avenida anhaia mello, e não o fez; agora por outro lado; quer que mais uma pista seja bloqueada para poder fazer a manutenção na avenida?
      esse tipo de obra tem de ser feito em época de menor movimento (dezembro/janeiro) e depois que o trecho oratório vila prudente do monotrillho.
      o haddad fez algo pelo trabalhador que demorava até 1 hora preço no congestionamento da anhaia Mello, só no viaduto já demorei 40 minutos para atravessar; agora todo o meu percurso leva 20 minutos; inclusive, por ficar menos tempo parado, o onibus vem lotando menos; uma atitude simples e eficaz que o Kassab teve 8 anos para tomar, e não o fez; mas fazer o que, tem gente que adora ocupar sozinho 8 metros quadrados da avenida em horário de pico, e depois reclamar que tem “pobre” passando na frente.

  • Anônimo 29 de setembro de 2013, 19:35

    A maioria pega onibus,o que vejo sao inumeros automoveis com 1 motorista e mais ninguem,entao acho que a maioria tem que ter prioridade!

    • Anônimo 30 de setembro de 2013, 20:47

      Falou tudo Andre! pessoal nem, sequer faz uma campanha de carona solidária; 2 carros ocupam o mesmo espaço de um onibus, só que em vez de levarem 60. 70 passageiros, quando muito levam 3 (somandos)

  • Anônimo 30 de setembro de 2013, 12:42

    Eu moro na Vila ema e ia ate a vila prudente de carro para pegar o metrô, mas as ultimas semanas estava impossível ficar no transito..Um percurso de 15 minutos, estava gastando 1 hora..
    achei a ideia do corredor boa, porem é preciso colocar mais onibus, pois fico em media 30 min pra conseguir subir em algum, porque os poucos que vem, ja vem super lotados..

  • Anônimo 30 de setembro de 2013, 13:53

    Eu sou a favor da faixa de ônibus,porém estamos vendo essas faixas vazias,não adianta ter as faixas ,se não tem transporte para circular nelas.Precisamos de mais ônibus nas ruas,essa medida foi muito ‘ignorante”

    • Anônimo 30 de setembro de 2013, 20:50

      eu discordo, primeiro a faixa; depois colocar mais ônibus.
      onibus demais também seria ruim, já que o espaço para desembarque só permite uns 3 onibus parados por vez; fora que em um ano deve ficar pronta a primeira parcela do monotrilho (obviamente o alckmin só a entregará na vespera das eleições; como de costume.)

      • Anônimo 1 de outubro de 2013, 11:16

        Me parece joão renato que seu discurso é meu eleitoreiro criticando um governo e apoiando a atitude do outro, ninguem é contra a faixa de onibus, tudo o que é melhor é bem vindo, ocorre que todos pagamos impostos, e porque vc que pega onibus é melhor do que fulano ou ciclano que anda de carro, pq o onibus pode chegar em 15 minutos e o carro tem que chegar em 1 hora, me explica pq uns podem e outros nao, e o nosso transporte publico é uma bosta

        • Anônimo 2 de outubro de 2013, 20:32

          num ônibus eu não tenho o conforto de estar sentado, nem de regular meu banco da maneira que quiser; vou expremido quase sempre em pé; os usuários mais baixos, às vezes sequer conseguem segurar nos balaústres; alguma compensação devemos ter.

          como disse antes, os motoristas ocupam 8 metros quadrados com seus carros,(cada um) um usuário de ônibus são 6 a 8 por metros quadrados; e quer mesmo que ambos consigam ter o mesmo tempo de trageto? na maioria das vezes a culpa dos congestionamentos é a quantidade de veículos. acha mesmo que um uidivíduo deve ser priorisado e em contrapartida um grupo seja prejudicado?

          são 80 pessoas num onibus simplers, contra apenas 2 motoristas de carro ocupando o mesmo espaço; para cada 1 reclamão tem 40 usuários de onibus que comemoram tal faixa.
          quer ter o mesmo beneficio do passageiro, então que viajem de onibus, e deixem os carros de passeio; para os passeios; ou no mínimo dêem mais carona; já que uns 80% só transitam com o motorista; aliás, moto também é ágil.

          quanto à qualidade do transporte coletivo; ele melhorou muito nos últimos 20 anos, na década de noventa andávamos do lado de fora, dependurados com a porta aberta; hj por motivo de segurança isso é proibido; na década de noventa, os onibus tinham bancos de plasticos; e não acolchoados como os de agora; e adaptados para pessoas deficientes não existia nenhum; sem falar em lotações clandestinas sem nenhuma segurança; hoje são reguilamentados e fiscalizados.

          • Anônimo 3 de outubro de 2013, 12:00

            Então a faixa está ai e cade os onibus?
            Essa medida foi ignorante.O prefeito está com medo de novas manifestações e fez o mais fácil pintou faixas pela cidade inteira e duvido que vai aumentar o transporte coletivo.Porque se as pessoas vão deixar os seus carros em casa,tem que ter mais transporte.

          • Anônimo 3 de outubro de 2013, 14:29

            Bom entendo seu ponto de vista, mas de qualquer maneira, entendo que não pode ajudar um para se prejudicar os outros

  • Anônimo 2 de outubro de 2013, 12:34

    As faixas exclusivas de ônibus colaboraram no tempo de locomoção para os usuários que usam o transporte coletivo? Como usuária, sim, sem dúvida ajudou e muito, mas observo que para quem utiliza veículos particulares piorou demasiadamente. Na minha concepção, uma das inúmeras ações que está faltando é aumentar a frota de coletivos afinal, se todos resolverem abandonar seus veículos em casa para utilizar o coletivo, simplesmente a frota não tem capacidade para comportar o volume de pessoas. Se a intenção da Prefeitura é incentivar o uso do transporte coletivo, então que façam direito. Não adianta criar faixas exclusivas se não tem frota suficiente para atender adequadamente nem mesmo os usuários. Como usuária, sei bem o que é esperar por um coletivo e muitas vezes não conseguir embarcar porque já está com a lotação para lá de máxima!!

  • Anônimo 2 de outubro de 2013, 23:57

    Um bom governo deveria resolver os dois problemas, não resolver um e piorar o outro. Lamentável, politica do caos. Parabéns, rsrsrs.

    • Anônimo 21 de outubro de 2013, 15:22

      Gente, toda decisão política tem seus prós e contras, nunca é indelével…a Anhaia Mello é um acumulo de problemas, devia ter sido construída de outro modo desde o inicio, já que é parte do anel viário. Além disso, devia ter um corredor de ônibus, o que foi trocado pelo monotrilho. Concordo que por a faixa durante a obra é problemático, mas na verdade ela está atrasada há anos. Também temos de levar em conta que muitas das nossas perdas de oferta é devido ao descredenciamento da Novo Horizonte,que a ViaSul (entre outras) está cobrindo, e aí Santa Clara, Grimaldi ,Vila Diva se ferram…

  • Anônimo 10 de outubro de 2013, 11:37

    Agora ele aumenta o IPTU para pagar o transporte publico, parabens povo de são paulo, realmente os 0,30 centavos nos custarao muito caro

  • Anônimo 21 de outubro de 2013, 16:17

    …transporte de qualidade, estrada de qualidade , bom senso e trabalho serio…todos tem direito de ir e vir, pegue os exemplos de alguns paises politicamente desenvolvidos e honestos e será facil entender o que digo…..!?!?!

  • Anônimo 21 de outubro de 2013, 20:38

    …se o transporte publico ( trem, metro e ônibus),fosse de qualidade, não haveria necessidade de faixas exclusivas.
    No japão,a malha ferroviária é muito grande ,as estradas sem buracos. Trens e ônibus de excelente qualidade, muito confortável, é organizado, obedecem os horários, dessa forma o povo acaba optando pelo transporte publico
    …tem os que preferem o próprio veiculo, tbem pode e o custo acaba saindo mais alto….mas nada igual aos nossos custos…
    …que a gente possa melhorar sem prejudicar quem anda com o proprio veiculo…afinal de contas não são poucas pessoas embora seja a minoria….e o direito de escolha, o direito de ir e vir???

  • Anônimo 22 de outubro de 2013, 05:57

    Fico pensando o que os politicos tem na cabeça ?
    E a repostas nos prejudicado: motorista sem opção ou congestionamento ou de pé dentro destas imundice que chamam de trasporte coletivo. Vamos começar a dar as nossas nas proximas eleições.

  • Anônimo 13 de novembro de 2013, 14:27

    A gestão Haddad quer priorizar o transporte público e fazer com que as pessoas troquem seus carros por ônibus. Acho interessante, porém janeiro de 2014 está chegando e com ele o IPVA. Se não querem que usemos nossos carros, seria justo reduzir o valor do imposto, afinal porque pagar caro por algo que não querem que usemos?!