5 Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será publicado

Por favor insira um comentário
Por favor informe seu nome
Informe uma url válida.
  • Anônimo 27 de julho de 2012, 18:21

    isso tudo ai e culpa da cet que em vez de ficar multando todo mundo, nao toma as devidas providencia, perto desse local tem casa de prostituaçao e ali eles usam tambem esses cones pra resevar para seus clientes, em vez do pessoal da cet ficar tomando cafe na padaria cepam todos os dias, deveriam cuidar melhor da nossa regiao, que nao existe lei, so que sabem fazer e multar, mais nada estamos de olho, tudo isso e uma vergonha.

  • Anônimo 27 de julho de 2012, 18:36

    Temos que concordar que estas práticas realmente são muito exageradas, porém existe um problema muito sério com refe- rência as guias rebaixadas, a grande maioria das pessoas não respeitam as mesmas , inclusive mesmo onde está sinalizado com placas de: “Não estacione”, “Garagem”, etc… e aí eu pergunto : como fica os direitos das pessoas que precisam entrar ou sair de suas garagens? – bom alguém poderá responder: é simples , basta ligar para o CET que eles guincham ou multam… horas bolas digo eu, quando o CET vai chegar? … depois de duas horas ou+, quando o infrator já se foi embora?… será que a policia e o CET não podem começar a multar e a divulgar que esta prática em questão é contra a lei, de qualquer forma agradeço se isto for divulgado, pois eu mesmo aqui na rua Padre Raposo, já não aguento mais reclamar com motoristas que estacionam nas guias rebaixadas.

  • Anônimo 6 de agosto de 2012, 23:55

    Eu acho o cúmulo, o comércio ou o morador achar que também é dono do espaço público, ressalvando casos como o Leonel cita de guias rebaixadas e saídas de garagens. Mas tem comerciante que é muito cara de pau e reserva a via pública como se fosse dele, ou então ele rebaixa a guia em local que não tem entrada de automóvel ( Isso é o dobro do cúmulo ) além do mais ele te aborda informando que a guia é rebaixada e não pode parar carro, nisso, você percebe que não esta rebaixada em frente a garagem ou entrada de estacionamento, mas sim em frente ao comércio dele. Já fiz comentários sobre isso aqui e fico indignado por essa falta de educação, por ambas as partes, dos motoristas e dos moradores ou comerciantes. Acho os estacionamentos caríssimos nessa região, e por pagar seguro do carro, deixo meu carro na rua sem necessidade de utiliza-los, porém existem esses inconvenientes. Muito boa essa matéria da folhavp, parabéns.

  • Anônimo 23 de fevereiro de 2014, 23:20

    Sou dono de comercio, alguns que nao tem guia rebaixada e entrada pra carros realmente abusam, mas no meu caso eu tenho guia rebaixada, parte da calçada com passagem de pedestres sinalizada e construida para deficientes, depois dessa parte de mais ou menos 1,5metros tem o meu estacionamento privativo, pois o comercio foi feito um pouco recuado e depois dessas vagas tem uma distancia de 1 metro ate a porta do comercio para tambem pedestres. Deixo placas e tudo mais mas as pessoas nao respeitam e quando abordadas sao muito sem educaçao se achando o dono da verdade, falta educaçao e consciencia de algumas pessoas, imagina também quem tem residencia e mesmo com placas o pessoal estaciona na frente do portao, um absurdo atrapalhando o direito da pessoa de sair de casa, o problema q os orgaos publicos nao fiscalizam e demoram pra agir, pra gerar multas pra vc eles sao muito eficientes, pra trabalhar nao. Por isso q o brasil esta assim, muita falta de educaçao e consciencia das pessoas, o lojista ja paga taxas absurdas e usa o estacionemtno pra seus clientes, acho q uma riscada nos carros ajuda a pessoa a pensar antes de ser otario de estacionar em local proibido

  • Anônimo 2 de abril de 2015, 14:48

    Minha casa fica em um condominio. Meu portão é para entrada de veículo e do morador. Acontece que não temos carro e os vizinhos estacionam os seus carros tomando toda a entrada da garagem. Quando chegamos com compras entramos com muita dificuldade. O engraçado é que as pessoas tem suas entradas deixam-nas vazias e estacionam na minha. Posso colocar cones na extensão do meu portão ou é ilegal?
    Ou colocar uma faixa avisando “Não estacionar, entrada de morador”. Gostaria de resposta. Obrigada