7 Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será publicado

Por favor insira um comentário
Por favor informe seu nome
Informe uma url válida.
  • Anônimo 19 de maio de 2011, 03:03

    Realmente o que o motorista da Van falou é verdade.
    O Trólebus não estava parado. Eu estava na Van e sou uma das vítimas.
    O onibus estava em uma velocidade considerável e do nada parou. Foi horrivel.
    Estou usando colar cervical e com dores no corpo.

    • Anônimo 20 de maio de 2011, 14:05

      porque esse motorista ai nao mantem uma distancia adequada para nao aconter o que aconteceu, te garanto se ele tivesse mantido uma certa distancia voce nao estaria machucada agora e esse motorista teria evitado tudo isso, esses motoristas tem que aprender que eles estao carrengando ser humano, nao animais que tambem nao merecem ser tratado desse jeito.

  • Anônimo 20 de maio de 2011, 03:18

    Independentemente de qual foi a versão dos motoristas…
    O VEICULO DE TRÁS TEM QUE MANTER A DISTÂNCIA PARA NÃO SER SURPREENDIDO POR ALGUMA SITUAÇÃO. Pois se isso tivesse acontecido, o motorista do MICROÕNIBUS teria evitado a colisão.

  • Anônimo 20 de maio de 2011, 13:55

    um recado pro seu kassab alem de nos pagarmos a conduçao mais cara do mundo e ainda temos que conviver com esses coisas que acontece todos os dias com nosso transporte coletivo, tem muito motorista que deveriao ter aulas de como se conviver com gente tem muitos deles que tratam os passageiros como animais, vamos fazer um pente fino nesses motoristas, que muitos deles sao foragidos da justiça e faz de nos passageiros de cobaia, cade os onibus novos cade o transporte de primeira linha com segurança de nos trabalhadores ate quando vamos aguentar essa pouca vergonha, vamos se unir para que isso nao aconteça mais vezes e pessoas trabalhadoras nao morra por causa desses motoristas loucos.

  • Anônimo 22 de maio de 2011, 00:16

    Mais outra batida entre micrôonibus e troleibus na Av. Paes de Barros. Quantos terão de morrer, se acidentar para que alguma autoridade tome, de novo, alguma providência?

  • Anônimo 27 de maio de 2011, 14:49

    Desta vez o motorista da van pode até estar certo, mas outro dia precisei pegar esta linha e fiquei apavorada, o motorista da van dirigia conversando o tempo todo com um rapaz que parecia ser conhecido dele. Eu ficava muito apreensiva, porque pareceia que ele mais prestava atenção no assunto do amigo doque no transito, Eu não via a hora de descer daquela van.
    Obrigada pela oportunidade.
    Marli