Ciclovia sob a Linha 15 ganhará mais 1,8 km

Além da expansão dos trilhos da Linha 15-Prata, a cerca de 15 metros de altura, também acontece a obra de prolongamento da ciclovia instalada sob a via elevada. Em breve, a pista para ciclistas vai ganhar mais 1,8 km de prolongamento. O novo trecho ficará entre as estações São Mateus e Jardim Colonial – esta última em fase de testes para inauguração. Com o acréscimo, a ciclovia ligando Vila Prudente e Jardim Colonial terá 15,5 km de extensão.

O presidente do Metrô, Silvani Pereira, ressaltou que o novo trecho de via pavimentada para os ciclistas está sendo finalizado. O paisagismo ao lado contará com 521 árvores e palmeiras de espécies nativas. Também foi construído jardim de aproximadamente 13 mil m², equipado com sistema de iluminação, bancos de concreto e travessias sinalizadas e acessíveis.

Na outra ponta

A Folha questionou o Metrô se futuramente a ciclovia também será expandida para o Ipiranga, onde a Linha 15 terá mais uma estação; mas a Companhia informou que ainda depende da revisão do Projeto Básico de ampliação. Somente após a finalização desse estudo, será possível detalhar com precisão o traçado, localização da estação e demais intervenções.

Problema na área do cemitério vertical construído durante a pandemia

No final de abril do ano passado, em decorrência do aumento de mortes na cidade provocadas pelo coronavírus, o Cemitério São Pedro, na Vila Alpina, recebeu centenas de gavetas biosseguras e foi iniciada a construção do chamado cemitério vertical em parte da área do estacionamento. De acordo com a Prefeitura, o espaço tem capacidade para mil sepultamentos que começaram a ocorrer em maio de 2020.

Apesar de ser uma área nova, quem esteve recentemente no espaço do cemitério vertical narrou uma situação extremamente desagradável. “Minha mãe está sepultada no local e infelizmente não consegui permanecer por mais de um minuto por conta da quantidade de mosquitos. Havia uma nuvem de insetos que rodeava apenas a área dos túmulos em vertical, além disso era possível sentir o cheiro de putrefação”, conta Daniela Seriani. “Foi muito triste não poder ficar ali, para prestar uma homenagem, acalmar o coração e fazer uma oração”, completa.

A Folha questionou o Serviço Funerário do Município que respondeu que foi identificado um problema na vedação do cemitério vertical e a falha foi solucionada na última quarta-feira, dia 15.

No final de abril de 2020, o Cemitério de Vila Alpina recebeu centenas de gavetas e foi iniciada a construção do chamado cemitério vertical
Contra a Covid-19: Prefeitura mantém vacinação de adolescentes

A Prefeitura anunciou que vai seguir com a aplicação da primeira dose da vacina contra o coronavírus em jovens de 12 a 17 anos de idade. A Secretaria Municipal de Saúde esclareceu que tomou ciência da nota emitida pelo Ministério da Saúde pedindo a suspensão da imunização em adolescentes sem comorbidades, por causa de possíveis casos de reações adversas. Porém, segundo a pasta, resta somente cerca de 15% para atingir a totalidade da cobertura vacinal dessa faixa etária e portanto, não vai interromper a imunização com doses exclusivas de Pfizer.

Até o início da tarde de ontem, foram aplicadas 712.499 primeiras doses em adolescentes na capital paulista, representando 84,4% de cobertura deste público, estimado em 844.073 pessoas.

A Secretaria reforça que a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda a vacinação dos adolescentes acima de 12 anos com o imunizante da Pfizer, com indicação e aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Foi ressaltado ainda que “entende que a restrição imposta pelo Governo Federal é apenas por questão logística, pois, trata-se de um imunizante eficaz e seguro previamente autorizado”. A pasta também adiantou que seguirá normalmente com a vacinação da segunda dose.

Ricardo Nunes exonera subprefeito da Mooca

Portaria do prefeito Ricardo Nunes (MDB) no Diário Oficial desta quinta-feira, dia 16, determinou a saída de José Rubens Domingues Filho (foto acima) do comando da Subprefeitura Mooca. Ele estava no cargo desde 19 de março, vindo da Subprefeitura de Cidade Ademar. Em seu lugar, assume o coronel reformado da Polícia Militar Danilo Antão Fernandes.

Domingues Filho vinha sendo alvo de protestos de ambulantes da região do Brás, onde fez diversas ações de fiscalização. A Folha questionou sobre a alteração e a resposta da Secretaria Especial de Comunicação foi vaga: “A Prefeitura afirma que mudanças de cargos de confiança são normais dentro de uma administração e prerrogativa dos gestores”.

O novo subprefeito Danilo Antão Fernandes chegou a ser subcomandante geral da PM. Também foi coordenador da Defesa Civil da cidade e subprefeito do Ipiranga na gestão do ex-prefeito Gilberto Kassab, período em que diversos coronéis da PM assumiram subprefeituras.

Leia mais sobre a mudança no Colunão.

Danilo Antão Fernandes assume o comando da SUB-MO

Copa Paulista: Juventus estreia com derrora

Na tarde da última terça-feira, dia 14, no estádio do Canindé, o Juventus foi superado pela Portuguesa por 2 a 1, em partida válida pela primeira rodada da Copa Paulista.

No primeiro tempo, a equipe da casa dominou a partida e acabou abrindo a vantagem de dois gols contra o time da Mooca.

Na segunda metade, com as alterações realizadas pelo técnico Fahel Júnior, o Moleque Travesso conseguiu investir mais no ataque e diminuiu a diferença no placar logo seis minutos, com gol de Bruninho no rebote, após o goleiro da Lusa espalmar o forte chute de Rad. Apesar de outras oportunidades, o Juventus não conseguiu igualar o marcador.

A equipe grená volta a campo hoje, dia 17, às 15h, para enfretar o Taubaté no estádio Conde Rodolfo Crespi.

Foto: Ale Vianna / C.A. Juventus

Feira de Artesanato neste domingo na Vila Prudente

Neste domingo, dia 12, das 10h às 17h, acontece a edição especial de Primavera da Feira Cultural Leste Européia de Vila Prudente. O evento é realizado na rua Aracati Mirim, ao lado do Parque Profª Lydia Natalízio Diogo, o popular Parque de Vila Prudente. Entrada gratuita. É obrigatório o uso de máscara.

A feira reúne estandes de artesanato diversificado, além de gastronomia típica de vários países. Os visitantes podem colaborar com a ação solidária da Subprefeitura de Vila Prudente doando um quilo de alimento não perecível.

Promovido pela Associação dos Moradores e Comerciantes de Vila Zelina (Amoviza), o evento será realizado uma vez por mês e as próximas datas anunciadas são: 3 de outubro, 7 de novembro e 12 de dezembro.


Definidas as áreas de desapropriações para expansão da Linha 15

Dois decretos do governador João Doria (PSDB) publicados nesta semana, no Diário Oficial do Estado, especificam as desapropriações para o prolongamento da Linha 15-Prata em ambos os sentidos: rumo ao Ipiranga e ao extremo da Zona Leste na outra ponta.

O primeiro deles foi publicado no dia 31 e declara de utilidade pública vários imóveis para adequação do sistema viário para implantação do elevado que ligará as estações Jardim Colonial e Jacú-Pêssego. A parada Jardim Colonial está em fase de testes de segurança para inauguração.

Na última quarta-feira, dia 1º, o decreto publicado na página 4 do Diário Oficial dá ideia do trajeto que o monotrilho percorrerá entre a Vila Prudente e o Ipiranga, onde a Linha 15 terá interligação com a Linha 10-Turquesa da CPTM. Conforme a determinação, os imóveis citados ficam declarados de utilidade pública para fins de desapropriação pelo Metrô, por via amigável ou judicial. Os espaços atingidos estão situados em seis blocos de terrenos que somam área de quase 31 mil metros quadrados.

Haverá desapropriações nas avenidas Henry Ford e Anhaia Mello, inclusive de trecho de alinhamento da rampa de acesso do viaduto Grande São Paulo; na avenida Presidente Wilson e nas imediações do viaduto Pacheco e Chaves. Conforme o Metrô já havia confirmado, atinge uma faixa de moradias da Favela de Vila Prudente.

A contratação das obras para o trecho rumo ao Ipiranga está prevista para 2022. A Folha solicitou mais detalhes ao Metrô e trará informações na próxima edição.

Estação Vila Prudente tem coletor de lixo eletrônico

Até 22 de setembro, dez estações do Metrô contam com coletores de lixo eletrônico em Pontos de Entrega Voluntárias (PEVs). A iniciativa integra a Virada Sustentável. Na região, há um coletor na estação Vila Prudente que faz a conexão das linhas 2-Verde e 15-Prata,

Os demais PEVs estão nas estações Jabaquara (Linha 1- Azul), Paraíso (conexão das linhas 1- Azul e 2- Verde), Sé (conexão das linhas 1- Azul e 3- Vermelha), Tucuruvi (Linha 1- Azul), Palmeiras-Barra Funda (Linha 3- Vermelha/integração com a CPTM), República (Linha 3- Vermelha/conexão com a Linha 4- Amarela), Tatuapé (Linha 3- Vermelha/integração com a CPTM), Clínicas (Linha 2- Verde) e São Mateus (Linha 15-Prata).

Os passageiros poderão entregar produtos de pequeno e médio porte, como computadores, celulares, cabos, carregadores, pilhas alcalinas, secadores de cabelo, console de videogame, entre outros inservíveis que prejudicam o meio ambiente e causam contaminação do solo e da água se descartados de forma inadequada.

A ação é uma parceria do Metrô com a Green Eletron – entidade gestora de logística reversa de produtos eletroeletrônicos e pilhas – e com a Coopermiti – cooperativa de triagem de resíduos eletroeletrônicos. Iniciativas similares feitas nas estações do Metrô em 2020 e 2021, coletaram mais de 2,2 toneladas de lixo eletrônico.

Arte no Metrô

Ainda com o foco de promover ações sustentáveis, o programa Linha da Cultura do Metrô está reforçando a Virada Sustentável com várias atrações.

Na estação Tatuapé, durante o mês de setembro, desenhos em forma de cartoons produzidos pelo artista Andy Singer questionam o papel do carro na sociedade moderna: Será que o automóvel é mesmo imprescindível na mobilidade?

Outra ação nas dependências do Metrô são mensagens de reflexão estampadas em 27 escadas fixas em estações das linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15- Prata.

Nas estações Paraíso, Luz, Sacomã e Brás os passageiros têm exemplos de como caixinhas tipo “longa vida” podem ganhar utilidade depois de passarem por coleta seletiva, através da exposição “Embalagem Parade”. Uma das consequências positivas da coleta adequada é a geração de renda para muitas famílias necessitadas.

Governo inicia contagem regressiva para reabertura do Museu do Ipiranga

Na próxima terça-feira, 7 de setembro, será inaugurado um totem com um relógio que fará a contagem regressiva para a reabertura do Novo Museu do Ipiranga. De acordo com o Governo do Estado, atualmente 70% das obras estão concluídas e o espaço voltará a receber o público em setembro de 2022 para a celebração do bicentenário da Independência do Brasil. Será iniciada agora a etapa de restauro e recuperação do Jardim Francês, que foi integrado ao projeto. A área verde foi fechada ao público desde o último dia 31.

O governador João Doria (PSDB) esteve nesta semana, no canteiro de trabalhos acompanhado do prefeito Ricardo Nunes (MDB) e de secretários. “Ano que vem teremos uma grande festa. A proposta é um mês de festividades e atividades. Na parte externa, a partir de 7 de agosto, e na parte interna, a partir de 7 de setembro. Uma celebração de verdade, autêntica, dos 200 anos da nossa independência”, afirmou o governador.

A nova etapa de trabalhos no Jardim Francês prevê a restauração de toda a área construída e botânica, além da construção de um restaurante com 270m², espaço para food bikes, modernização da iluminação, requalificação das vias de acesso e o resgate de duas fontes do projeto original, demolidas em 1972.

O secretário de Cultura e Economia Criativa do Estado, Sérgio Sá Leitão, explicou que existe um conjunto de intervenções acontecendo simultaneamente. “O restauro e ampliação do Edifício Monumento; a reforma do Jardim Francês; a recuperação do entorno, do Monumento da Independência, da Cripta Imperial e da Casa do Grito a cargo da Prefeitura; a despoluição do Córrego do Ipiranga e a criação de uma nova área de lazer a cargo da Sabesp; e a implantação de um novo modelo de gestão e sustentabilidade do museu”, detalhou.

De acordo com o Estado, o investimento total nas obras é de R$ 210 milhões, dos quais R$ 170 milhões foram captados junto à iniciativa privada. O valor investido pelo Governo de São Paulo é de R$ 19 milhões, além de um aporte de R$ 11 milhões da USP.

Novo Museu

A obra, iniciada em outubro de 2019, é executada em duas frentes: ampliação e restauro do Edifício Monumento. Na parte da ampliação, foi realizada uma escavação em frente ao prédio, que abrigará a nova entrada, bilheteria, auditório para 200 pessoas, espaço do educativo, café, loja e sala de exposição temporária. Quando reaberto, terá dobrado sua área total construída,

Já no restauro, estão sendo realizados reparos em todos os detalhes da arquitetura, incluindo a fachada, os interiores e os elementos de marcenaria, como portas e batentes.

Covid-19: dose de reforço para idosos começa segunda

O Governo do Estado apresentou nesta quarta-feira, dia 1º, o calendário de aplicação da terceira dose de vacinas contra Covid-19 nas pessoas com 60 anos ou mais. A imunização tem início na próxima segunda-feira, dia 6, com escalonamento por idades. A primeira fase, até 10 de outubro, é focada na vacinação de quem recebeu a segunda dose há mais de seis meses, ou seja, em fevereiro e março. Também haverá vacina adicional para adultos imunossuprimidos a partir de 18 anos.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, ao todo, 7,2 milhões de pessoas poderão ter a dose de reforço no decorrer da campanha, sendo 1 milhão alcançados já nesta etapa inicial.

Os grupos foram escalonados por faixas etárias, priorizando os mais idosos. Entre os dias 6 e 12, receberão a dose adicional quem tem 90 anos ou mais. A partir do dia 13 até o dia 19, serão alcançados os idosos na faixa etária de 85 a 89 anos.

Entre os dias 20 e 26, as doses estarão disponíveis para os que têm de 80 a 84 anos. Também estão inclusos neste período os adultos imunossuprimidos, como pacientes em tratamento de hemodiálise, quimioterapia, Aids, transplantados, entre outras pessoas em alto grau de imunossupressão. No caso dos imunossuprimidos, a dose adicional será aplicada pelo menos 28 dias após a data da conclusão do esquema vacinal, seja pela segunda dose (Coronavac, Astrazeneca ou Pfizer) ou por dose única (Janssen).

A partir do dia 27 de setembro até 3 de outubro, serão contempladas pessoas na faixa de 70 a 79 anos. Concluindo esta fase, serão alcançados os idosos de 60 a 69 anos entre os dias 4 e 10.

De acordo com a coordenadora do Plano Estadual de Imunização, Regiane de Paula, a meta é dar mais segurança à população mais vulnerável frente à variante Delta do coronavírus.

A Secretária de Saúde informou que concluída a primeira fase no dia 10 de outubro, qualquer pessoa com mais de 60 anos que completar seis meses da segunda dose pode se dirigir ao posto de saúde para receber a vacina adicional.

A Prefeitura de São Paulo confirmou que a imunização para pessoas acima de 90 anos começa na próxima segunda-feira, 6. Os idosos devem comparecer a um dos mais de 600 postos de vacinação do município, com o comprovante de vacinação do ciclo vacinal completo (a segunda dose deve ser sido aplicada há pelo menos seis meses), documento com foto e comprovante de residência na capital. A imunização acontecerá com a vacina que estiver disponível nos postos de saúde.