Prefeitura quer terceirizar CEU Vila Prudente

Grandes unidades de educação pública projetadas para receber desde as crianças de creches até os alunos das últimas etapas do Ensino Fundamental. Com essa proposta, surgiram os primeiros Centros Educacionais Unificados (CEUs) da cidade na gestão da ex-prefeita Marta Suplicy. Situados em regiões mais carentes, englobam também equipamentos esportivos e culturais abertos ao uso da comunidade do entorno aos finais de semana. Anos depois, o ex-prefeito Fernando Haddad resolveu espalhar mais CEUs por São Paulo. Porém, ao invés de áreas periféricas, escolheu grandes centros esportivos municipais que já dispunham de parte da estrutura, como o CEE Arthur Friendenreich, na Vila Prudente. Também não priorizou regiões com falta de escolas e os enormes prédios dos novos CEUs ficaram restritos à Educação Infantil.

As obras do CEU Vila Prudente começaram em dezembro de 2015, sob protestos de usuários do CEE, além de ambientalista por causa da retirada de mais de 200 árvores para a construção do prédio de 10 mil m², distribuídos em cinco pavimentos. Na ocasião, também ocorreram advertências de educadores de que não existia demanda na região para um equipamento deste porte e o melhor seria investir em espaços mais adequados para creches.
Apesar da promessa de Haddad de entregar o CEU em um ano, a construção chegou a ser paralisada e o prédio começou a ser utilizado apenas em fevereiro de 2020, por 213 crianças de 0 a 5 anos. O então prefeito Bruno Covas, que inaugurou a unidade, também reclamou da escolha equivocada de local, mas afirmou que não podia deixar a obra inacabada.

Nesta semana, a Secretaria Municipal de Educação reafirmou à Folha que o CEU foi projetado e continuará atendendo exclusivamente alunos da Educação Infantil. Apesar da capacidade para mais de 500 crianças, atualmente conta com 432 matriculadas que utilizam 13 salas no térreo e no primeiro andar.

Sobre a ociosidade nos demais andares do edifício, a Secretaria ressaltou que abrigam equipamentos, como biblioteca, estúdios e teatro, que poderão ser utilizados por alunos de escolas das imediações, assim como a comunidade, quando a situação da pandemia permitir. A mesma explicação foi dada para a piscina semi-olímpica aquecida construída dentro do CEU.

A Secretaria informou ainda que o CEU aguarda os trâmites legais, definidos pelo Chamamento Público deste ano, para que uma Organização da Sociedade Civil (OSC) assuma a administração.


Sucessão de erros

Crítico do projeto desde o anúncio na gestão Haddad, o ex-vereador Claudio Fonseca e presidente do Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de São Paulo (Sinpeem), acredita que a Prefeitura continua insistindo no erro em relação aos novos CEUs. “A mesma situação acontece no CEU Carrão. As crianças deveriam ficar em prédios horizontalizados, com mais segurança, sem tantos andares ou com rampas. Desde o início, foi um acúmulo de erros. Uso eleitoral da educação, além de atender interesses de construtoras para erguer grandes prédios, com piscinas aquecidas”, comenta.

Fonseca também crítica a entrega do CEUs para a administração indireta, através das OSCs. “Virou negócio. Houve um aumento absurdo do repasse para esses parceiros, como a Prefeitura chama, em comparação entre o primeiro semestre de 2020 e o deste ano”, ressalta. De acordo com ele, as despesas com manutenção e operação dessa rede parceira de Educação Infantil e creche saltaram de R$ 1.389.076.118 em agosto de 2020 para R$ 2.006.112.893 liquidado até agosto passado. “Estamos inclusive recebendo queixas sobre a distribuição das crianças, priorizando as unidades com parceiros ao invés da rede própria da Prefeitura”, completa. (Kátia Leite)

Prédio ocioso: atualmente conta com 432 crianças matriculadas que utilizam 13 salas no térreo e no primeiro andar
Secretaria alegou que a piscina semi-olímpica será utilizada para o desenvolvimento das atividades e aulas oferecidas pela OSC que assumir o CEU
Estações da Linha 2 de metrô ganham coletores de tampinhas

O Metrô aderiu ao programa socioambiental Tampinha Legal, que há cinco anos promove o descarte adequado desses resíduos plásticos que são 100% recicláveis. Passageiros das linhas 1- Azul, 2- Verde e 3- Vermelha podem depositar as tampinhas em coletores especiais distribuídos em todas as estações, entre elas a Vila Prudente.

Segundo Simara Souza, coordenadora do Instituto SustenPlást, responsável pelo programa, “a simples atitude do descarte correto dos resíduos plásticos dá uma colaboração fantástica para a sustentabilidade econômica, social e ambiental”. Ela explica que as tampinhas retornam para a indústria de material plástico como insumos para produção de artefatos como baldes e bacias, vassouras e vasos de flores, entre outros.

A parceria do Metrô com o Instituto SustenPlást está prevista para durar 12 meses, podendo ser renovada.


Espetáculos em cartaz no Teatro São Cristóvão

Desde o início de outubro, o Teatro São Cristóvão retomou a programação presencial com espetáculos de quinta a domingo para o público adulto e infantil.

Entre as atrações deste mês para as crianças estão as peças: “Amazoo – Os Guardiões da Amazônia” (foto acima) aos sábados às 15h, e “Fábulas de La Fontaine” aos domingos às 15h.

Para o público adulto estão em cartaz: “A história nunca contada de Allan Kardec – O Cientista do Infinito” aos domingos às 17h; “O Amor de Van Gogh” as quintas-feiras às 20h; e “As Mona Lisas – Uma comédia deslavada” sempre as sextas e aos sábados às 20h. 

Ingressos a partir de R$ 25 pelo aplicativo ou site da Sympla: https://site.bileto.sympla.com.br/teatrosaocristovao/.

O Teatro São Cristóvão fica no Mooca Plaza Shopping na rua Capitão Pacheco e Chaves, 313, Vila Prudente.

Vila Prudente: programação festiva até o fim do mês

Até o dia 8 acontece o plantio de 400 mudas de árvores na avenida Dr. Francisco Mesquita, promovido pela Subprefeitura de Vila Prudente (SUB-VP).

Na próxima quarta-feira, dia 13, às 19h30, será celebrada Missa em Ação de Graças na Paróquia de Santo Emídio, na rua Ingaí, 67, no Largo de Vila Prudente.

No dia 14, às 10h, haverá entrega da revitalização da praça Padre Damião. A área vem recebendo melhorias solicitadas por comerciantes do entorno.

A programação continua no dia 16, com a grafitagem do muro da SUB-VP, na avenida Oratório, 172. A ação começa às 10h30 e também estão previstas contação de histórias para crianças e aulas de zumba para adultos.

No dia 17, das 9h às 16h, está marcado o Rolimã na VP na avenida José da Nóbrega Botelho. No dia 24, das 9h às 12h, acontece a Cãominhada na praça Alcides Franco de Lima.

Cursos

De 18 a 29 serão ministrados os cursos gratuitos “Descomplique” e “SuperMei”, do Sebrae SP, na Subprefeitura. Mais informações sobre datas, horários e inscrições na página da SUB-VP no Instagram e no Facebook.

Prefeito participa de solenidade na SUB-VP


O prefeito Ricardo Nunes (MDB) compareceu ao ato cívico na Subprefeitura de Vila Prudente (SUB-VP) na manhã desta terça-feira. A solenidade foi alusiva aos 131 anos de fundação do bairro no dia 4 de outubro. Ele foi recepcionado pela subprefeita Elisete Aparecida Mesquita.

O prefeito acompanhou o hasteamento das bandeiras e participou de café da manhã. Também cantou parabéns para o bairro fundado em 1890 por imigrantes italianos. “A Vila Prudente é um bairro novo, mas é do tamanho de uma cidade. É uma região que está se desenvolvendo bastante. Parabéns, Vila Prudente e sua população”, disse o prefeito.

Também estiveram presentes o secretário executivo das Subprefeituras, Caio Luz, que já foi subprefeito do bairro; e os vereadores Edir Sales (PSD) e Rinaldi Digilio (PSL), além de demais autoridades e lideranças da região.

O presidente do Círculo de Trabalhadores de Vila Prudente e da Folha, Newton Zadra, entregou ao prefeito uma flâmula do bairro e o livro “Vila Prudente: do Bonde a Burro ao Metrô”, de sua autoria, lançado em 2010.

Ato cívico celebra o aniversário de Vila Prudente

Vila Prudente completou 131 anos na segunda-feira, 4 de outubro. Para celebrar a data, aconteceu o tradicional ato cívico promovido pelo Círculo de Trabalhadores na base do obelisco da praça do Centenário. A solenidade é uma forma de render homenagem às primeiras famílias que ajudaram a formar e desenvolver o bairro.

Desde que a Vila Prudente completou 100 anos, ocasião em que foi inaugurado o obelisco na praça (antiga Veiga Cabral), o ato é realizado no local. “É o 31º ano consecutivo desta cerimônia simbólica, mas muito relevante, que reúne a sociedade, lideranças e políticos, independente do partido, que renovam a disposição de continuar ajudando”, destacou o presidente do Círculo e da Folha, Newton Zadra.

Houve o hasteamento das bandeiras do Brasil, de São Paulo e da Vila Prudente ao som do Hino Nacional entoado pelo coral Os Rouxinóis. Depois, o pároco de Santo Emídio Edmar de Oliveira fez uma oração e abençoou o bairro.

Na sequência foi dada a palavra aos representantes do bairro na Assembléia Legislativa e na Câmara Municipal. O deputado estadual Paulo Fiorilo (PT) lembrou que a Vila Prudente está crescendo cada vez mais. “Isso significa que vamos precisar também de mais estrutura e de gente lutando pelo bairro”, concluiu. A vereadora Edir Sales (PSD) afirmou que é uma honra muito grande representar a Vila Prudente e destacou o calendário de festejos organizado pela Subprefeitura, que seguirá até o fim do mês. A vereadora Juliana Cardoso (PT) ressaltou a luta por mais parques na região e a importância das áreas verdes para ajudar a enfrentar as crises hídrica e energética que atingem São Paulo e o Brasil.

O ex-deputado estadual e ex-vereador Adriano Diogo (PT) e o ex-vereador Claudio Fonseca (Cidadania) também compareceram e lembraram sobre a importância da democracia. “Não se constrói uma sociedade civilizada sem solidariedade, apesar das diferenças. Enquanto houver o ódio, a sociedade não evolui”, destacou Diogo.

A subprefeita de Vila Prudente, Elisete Mesquita, agradeceu a acolhida que recebeu desde que assumiu o cargo em março e pediu uma salva de palmas para o bairro. Também marcaram presença o comandante do 21º Batalhão de Polícia Militar (PM), tenente coronel Alan Fernandes; e o comandante da 4ª Companhia da PM, capitão Barroso; além de representantes de diversas instituições e lideranças da região.

No final da solenidade foram depositadas flores na base do obelisco e foi servido bolo.

“Sonho de Artista” para crianças no Arthur Azevedo

O espetáculo infantil Sonho de Artista, da Borbolina Cia, estreia nesta quarta-feira, dia 6, no Teatro Municipal Arthur Azevedo, na Mooca. As sessões gratuitas serão no estacionamento ao ar livre, de quarta a sexta, sempre às 15h, até o próximo dia 15. Nesta sexta, dia 8, a apresentação terá acessibilidade Libras.

“Queremos celebrar o nosso retorno presencial levando alegria principalmente aos estudantes que voltaram às aulas, após tantos desafios e tristezas, crianças e jovens atendidos por Ongs e o público em geral!”, diz a diretora e idealizadora do projeto Stella Tobar.

Nessa montagem para toda a família, a Borbolina Cia homenageia os artistas de teatro e seu incansável e belo ofício, cuja missão é alegrar a vida das pessoas. Duas cigarras, artistas saltimbancos que não se conhecem, escolhem a mesma praça para realizar a mesma peça, no mesmo dia e horário. Após discutirem e chegarem a um acordo, topam apresentar juntas a fábula comum a ambas: A cigarra e a formiga. Mas, com o aparecimento de uma formiga que quer ser artista, essa antiga história ganha contornos surpreendentes. Será que a formiga conseguirá seguir com o sonho de ser artista?

O espetáculo tem duração de 55 minutos. A censura é livre. Reservas: (011) 98327-4130.

Teatro Arthur Azevedo: avenida Paes de Barros, 955, Mooca.

UPA Mooca: Secretaria diz que capacidade de atendimentos pode aumentar

Durante a inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Mooca – Dom Paulo Evaristo Arns no último dia 24, foi divulgado que a capacidade do novo equipamento é de “mais de 11 mil atendimentos por mês”. O número é metade do propagado anteriormente pela Secretaria Municipal de Saúde.

Antes da abertura, a informação da Prefeitura é que seriam 22 mil atendimentos mensais na unidade. Questionada pela Folha, a Secretaria respondeu que o novo número é uma estimativa, considerando que a demanda é espontânea e a UPA dispõe de capacidade para ampliar o atendimento.

O fato causou ainda mais estranheza pelo fato de a unidade ter sido entregue com atraso (leia mais no Editorial).

A UPA Mooca integra a Rede de Atenção às Urgências, que concentra os atendimentos de complexidade intermediária. O funcionamento é 24 horas por dia.

De acordo com a Prefeitura, no local é possível estabilizar pacientes e realizar a investigação diagnóstica inicial para definir a conduta necessária para cada situação. Permite ainda fazer a primeira intervenção para os casos cirúrgicos e de trauma.

A unidade é administrada pela Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) e segundo a Prefeitura, 382 profissionais da saúde atuam no local.

Leia mais: UPA Mooca é inaugurada




Programação de aniversário de Vila Prudente

A Corrida Kids, etapa Aniversário da Vila Prudente, abre os festejos alusivos aos 131 do bairro. A atividade acontece no domingo, dia 3, a partir das 9h, no CDC Parque Ecológico, na avenida Jacinto Menezes Palhares, altura do número 440. A Subprefeitura de Vila Prudente é uma das organizadoras. Mais informações: www.corridaskids.com.br.

Na segunda-feira, 4 de outubro, data oficial de fundação da Vila Prudente, acontece a tradicional cerimônia promovida pelo Círculo de Trabalhadores no obelisco da praça do Centenário. O evento em memória às famílias pioneiras do bairro começa às 8h45 e após a solenidade, será servido bolo no local.

A programação comemorativa prossegue entre os dias 6 e 8 com o plantio de aproximadamente 400 mudas de árvores na avenida Dr. Francisco Mesquita. Mais uma ação da Subprefeitura de Vila Prudente.

No dia 13, às 19h30, será celebrada Missa em Ação de Graças na Paróquia de Santo Emídio, na rua Ingaí, 67, no Largo de Vila Prudente.

A Subprefeitura também incluiu na programação a “reinauguração” da praça Padre Damião, marcada para o dia 14, às 10h. A área vem recebendo algumas melhorias solicitadas por comerciantes do entorno.

Mais atrações

As atividades prosseguem no dia 16, com a grafitagem do muro da Subprefeitura de Vila Prudente, na avenida Oratório, 172. A ação começa às 10h30 e também está prevista contação de histórias para crianças e aulas de zumba nas dependências da subprefeitura.

No domingo, dia 17, das 9h às 16h, está marcado o Rolimã na VP na avenida José da Nóbrega Botelho.

Encerrando a programação divulgada pela Subprefeitura, acontece a Cãominhada no dia 24, das 9h às 12h, na praça Alcides Franco de Lima.




Linha 15: Anhaia Mello sofre nova intervenção viária

Para continuidade das obras da Linha 15-Prata do monotrilho, a avenida Anhaia Mello será interditada parcialmente no cruzamento com a rua Maria Daffré, na Vila Prudente, a partir desta quarta-feira, dia 29, até a sexta-feira, dia 1º, e na segunda-feira, dia 4, sempre das 23h às 5h do dia seguinte.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou que na avenida Anhaia Mello a interdição será no sentido bairro/centro, na faixa junto ao canteiro central, no cruzamento com a rua Maria Daffré. O fluxo de trânsito será canalizado para as faixas restantes. Quem estiver na rua Maria Daffré não conseguirá cruzar a Anhaia Mello. A CET indica usar o cruzamento da rua Ibitirama.