Mulher é encontrada morta em residência na rua Cananéia


No início da noite desta quinta-feira, por volta das 18h50, uma mulher de 67 anos foi encontrada morta dentro do banheiro de uma habitação coletiva na rua Cananéia, 201, na Vila Prudente. Ela tinha sinais de esfaqueamento.

Segundo informações dos policiais militares que atenderam a ocorrência, outro morador, ao chegar do trabalho, se deparou com a mulher caída e as manchas de sangue dentro do banheiro.

A Polícia Militar foi acionada e solicitou a presença de uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que constatou o óbito. O corpo da vítima ainda encontrava-se no interior do imóvel até o fechamento da edição, aguardando a chegada da perícia.

O caso foi registrado inicialmente como morte suspeita no 56º Distrito Policial – Vila Alpina e será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Obra de parada de ônibus bloqueia parcialmente a Anhaia Mello


A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) interditou desde a última segunda-feira, dia 25, uma faixa no sentido bairro da avenida Anhaia Mello, entre as ruas Américo Vespucci e Francisco Polito, na Vila Prudente. No trecho, a São Paulo Transportes (SPTrans) executa obra de futura parada de ônibus. Os trabalhos têm previsão de duração de dois meses.

Questionada pela Folha, a SPTrans confirmou que quando a futura parada, chamada Rui Roxo, entrar em operação os ônibus circularão, no sentido centro, pela faixa da esquerda junto ao canteiro central da Anhaia Mello. Hoje os coletivos trafegam pela faixa exclusiva à direita.

A mudança vai atingir as linhas que têm parte do seus itinerários pelo Complexo Viário Senador Antonio Emygdio de Barros Filho (que engloba o viaduto) e pela Anhaia Mello. Não foram dados detalhes das alterações no trânsito.
A SPTrans destacou ainda que tem por praxe divulgar as mudanças operacionais à população com pelo menos 15 dias de antecedência. Foi esclarecido também que, no sentido bairro da Anhaia Mello, os ônibus continuarão trafegando pela faixa à direita.

Terminal Central

A futura mudança do tráfego de ônibus no sentido centro visa facilitar o acesso ao Terminal Central, que ainda não tem data definida para o início das operações.

As obras de construção de três terminais de ônibus na Anhaia Mello, na altura das estações Vila Prudente de metrô e monotrilho, começaram no final de 2016 e o Terminal Central deveria estar funcionando desde dezembro de 2017. Por enquanto, estão funcionando apenas os terminais Norte, na rua Trocari, e o Sul, na rua Correia Barros. (Kátia Leite)

Espetáculo faz curta temporada no Arthur Azevedo


Enquanto a sala principal de espetáculos do Teatro Municipal Arthur Azevedo continua interditada para reforma do forro que cedeu em dezembro, a unidade vem recebendo atrações que se adaptam a espaços menores.
Na sala multiuso, que fica anexa ao prédio do teatro e tem capacidade para 50 pessoas, estreia hoje, dia 29, o espetáculo adulto “Tudo que Dói”, de Mário Bortolotto.
A trama aborda o universo sombrio de um escritor de passado misterioso que vive isolado em uma pequena cidade. A história obscura desse homem vai se revelando ao ser confrontado com a volta da filha de quem está separado há muitos anos.
Sessões sextas e sábados às 21h e domingos às 19h. Até 7 de abril. Indicação etária a partir de 14 anos. Ingresso R$ 20 inteira e R$ 10 meia entrada.
Teatro Arthur Azevedo: avenida Paes de Barros, 955, Mooca – telefone: 2605-8007.