6 Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será publicado

Por favor insira um comentário
Por favor informe seu nome
Informe uma url válida.
  • Anônimo 4 de março de 2016, 22:18

    Fiquei extremamente triste ao ver que a escola onde estudei de 1986 a 1995, do pré-primário até a 8ª série, está em estado tão deplorável.

    Na época que estudei no Carusi, a escola era muito bem cuidada e administrada por diretores, professores e funcionários que se dedicavam com esmero na manutenção do colégio. Essas pessoas são lembradas até hoje com carinho por ex alunos que passaram parte de suas vidas nas dependências do JHC.

    Só uma pequena observação quanto ao trecho da matéria que diz que a escola fica em área nobre da Mooca. De acordo com a lei municipal de 1992, da gestão Erundina, que dividiu a cidade de SP em distritos, sim ali é desde de 1992, distrito da Mooca.

    Mas a lei estadual que é bem mais antiga, está em vigor até hoje e foi elaborada respeitando as questões históricas e geográficas da cidade, a rua em questão fica no Parque da Mooca, subdistrito de Vila Prudente. Tem até uma placa quase em frente a escola com essa informação.

    • Anônimo 5 de março de 2016, 01:22

      Conforme consta na matéria, foi a Defesa Civil da Subprefeitura Mooca que esteve na escola e portanto, responde pela área em questão.

      • Anônimo 5 de março de 2016, 02:03

        Obrigado pela atenção. Sim, atualmente toda aquela região do Parque da Mooca é subordinada a Subprefeitura da Mooca, até 2000 a região era de responsabilidade da antiga Administração Regional da Vila Prudente, atual Subprefeitura. A escola mesmo, pertencia a 6ª Delegacia de Ensino de Vila Prudente, que ficava atrás do Pantoja. Infelizmente o Covas fechou mais da metade das antigas delegacias de ensino, e as que sobraram foram transformadas nos atuais diretórios de educação, que nada fazem pelas escolas.

        Para constar, não fiz nenhuma critica a reportagem, que esta muito bem escrita, e faz uma denúncia importante quanto ao estado das dependência do Carusi, escola que estudei por quase 10 anos.

        Parabenizo a Folha de VP, por mais uma vez ser a porta voz da comunidade, sempre se colocando ao lado das questões pertinentes a toda região, cobrando as autoridades públicas p/ que cumpram com suas obrigações legais.

        Meu comentário sobre ali ser Vila Prudente, e não Mooca, é mais a título de curiosidade, mesmo, pois nos últimos anos, as construtoras, e algumas empresas desmerecem Vila Prudente, como se nosso subdistrito não existisse, e classificando nossas ruas como sendo da Mooca, fico triste, pq amo a Vila Prudente e a Mooca, gostaria que VP fosse mais valorizada, pelas pessoas da região.

        • Anônimo 5 de março de 2016, 14:37

          As divisas das subprefeituras ainda causam confusões na própria Prefeitura. Muitas vezes indagamos uma subprefeitura, que alega que é da vizinha e depois, descobre que é dela mesma. Agradecemos a sua participação Sr. Paulo!

  • Anônimo 11 de março de 2016, 13:49

    Já que na Mooca o PSDB sempre ganha, agora é hora de cobrar. Afinal votamos naqueles que podem de alguma forma fazer o melhor pelo lugar onde moramos, não é mesmo? Também estudei na escola do pré à oitava série, é triste ver a escola assim.

  • Anônimo 12 de março de 2016, 14:31

    Nossa é um absurdo, meu irmão estuda nesse colegio, vira e mexi ele fala que naão tem aula ou que quando chove a escola fica debaixo de agua, tudo bem que dizem que nao tem perigo do predio desabar ou etc, mais ninguem pensa que isso pode fazer mal a saude conviver com um lugar com poças de agua e que chove dentro.
    Mellhor coisa seria arrumar tudo e repassa os alunos pra outra escola ate esse problema esta resolvido