14 Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será publicado

Por favor insira um comentário
Por favor informe seu nome
Informe uma url válida.
  • Anônimo 29 de julho de 2011, 16:13

    Se a polícia começasse a fazer operações mais intenças na favela do Jacaraípe (ou Morro do Péu), com certeza iria diminuir essa onda de violência na região.

  • Anônimo 29 de julho de 2011, 16:39

    Realmente a situação está crítica, sou moradora do bairro e só na minha casa 4 pessoas já foram assaltadas. Não existe mais segurança alguma. E detalhe a maioria dos assaltos são durante o dia. Não só casas são algo como também carros.. Temos que tomar alguma porvidência. Os carros que assaltam na minha rua, um palio e um civic. Cuidado todos!

  • Anônimo 29 de julho de 2011, 16:53

    ali no largo da av zelina fica duas viaturas no local nao sei o acontece o dia inteiro, mas das vezes que passo no local ou ele estao multando o pessoal que vai na padaria ou no mercado fazer alguma compra, eles ficam ligados se passa algum motorista falando no celular e etc, e a sugurança de nos moradores fica nas mao dos bandido, tem que por esses pessoal pra pegar bandido nao ficar multando quem passa por ali, e tem mais 21 batalhao que fica enfrente a uma praça e outro local que nao garante segurança nenhuma moro ali perto e meu vizinho foi assaltado em plena luz do dia levaram televisao,video,not bouk, so nao levaram mais coisas porque eles estavao de moto enquanto isso cade a segurança desses policiais, ali perto onde eles ficam tem varios moradores de rua que ficam fumando maconha e tomando cachaça o dia todo bom ja nao temos local de lazer na regiao e ai vem esses caras que nunca vi tomar conta do pouco que nois tempo, tem limpar aquilo ali que deve ter muitos ali que deve pra justiça, estamos de olho exigimos providencias urgente,

  • Anônimo 29 de julho de 2011, 19:50

    Bom, a ausência do poder público se observa neste bairro há tempos, seja pela total ausência da CET a multar os carros que inundam as calçadas de ruas como Merú, Monteiro S.Filho, Sta Adeodata, Rio do Peixe ( a lista é enorme ) ou da Prefeitura, que não fiscaliza e não autua os proprietários de imóveis que mantém suas calçadas inadequadas para se andar a pé, ou que apropriam-se do espaço público para fins particulares ( como a obra na R.Monteiro S. Filho, 37 que, há uma semana, despejou numa ilha dezenas de quilos de areia, pedras, madeira e mat para construção, à vista de todos, sem medo de ser apanhado. Há uma “omertá” em V.Zelina. ) Nessa hora, ninguém quer o Estado presente, né?
    De qq modo, isso já era previsível: o “progresso” se instalou aqui, para euforia dos moradores locais que desejavam um bairro menos “morto”. E tome carro pra todo lado, especulação imobiliária, mesas de bares e carros nas calçadas e até mesmo assaltos. Viva o progresso e a qualidade de vida e vão queixar-se ao bispo!

  • Anônimo 30 de julho de 2011, 02:21

    Se a polícia começar a fazer ações mais constantes na favela do Jacaraípe, com certeza os assaltos na Vila Zelina irão diminuir.

  • Anônimo 30 de julho de 2011, 10:13

    Este histórico de assaltos, roubos, violência, não é só privilégio de Vila Zelina, é também de Vila Alpina, Parque São Lucas, Vila Prudente, etc. Isto com certeza tem a ver com a “soltura” dos foras da lei, que o judiciário esta mandando de volta para as ruas, por falta de cadeia e leis mais atuantes.
    Os senhores governantes estão dizendo o contrário em suas pesquisas, para eles a situação é boa, basta ver os noticiários dos últimos meses.

  • Anônimo 30 de julho de 2011, 12:48

    Nós precisamos de segurança. Infelizmente nossos políticos deveriam votar em segurança para o povo que está a merce dos bandidos e
    não votarem para construção de estádio de futebol, usando nosso dinheiro. É uma vergonha.

  • Anônimo 31 de julho de 2011, 03:28

    Por que os policiais que ficam na Praça (República Lituânia) não poderiam ajudar? Estão com os pés chumbados na praça? O que eles estão fazendo lá então, comendo coxinha na A Praça?

  • Anônimo 2 de agosto de 2011, 14:30

    Questionado, o 21º Batalhão de Polícia Militar/Metropolitano, que é responsável pela segurança da área, informou que “embora não se tenha observado aumentos significativos de crimes de furtos e roubos em residências na Vila Zelina, os moradores e os comerciantes serão contatados para se verificar eventuais problemas de segurança”.

    Isso que o jornal escreveu acima acho dificil acontecer , ate hoje só vejo assaltos, mas policia agir ou entrar em contato nunca vi, alias tirando a base que fica no largo nao vejo policiamento nenhum no bairro, moro desde que nasci ha 37 anos e sempre me orgulhei de morar num lugar que parece cidade de interior , todos se conhecem e o comercio existente a maioria é antigo, mas hj vivo com medo, nao tenho coragem de ficar zanzando pelo bairro e vir algum marginal entrar dentro da minha casa e levar o que consegui com o suor do meu trabalho, tem que haver policiamento fazendo ronda, é uma obrigação do estado ja que pagamos nossos impostos altissimos em dia! em um bairro vizinho minha irma e mais 3 amigos foram assaltados , so nao levaram valores maiores pq eram noias malandros usuarios de drogas, quero ver o que vai acontecer , o que o governo espera para tomar uma decisao, alias nao espera nada pq eles nao fazem nada a nao ser pro bolso deles

  • Anônimo 4 de agosto de 2011, 18:38

    Isso é um absurdo… Mais as providencias serão tomadas… Depois de tudo isso eu digo sou a favor do grupo de extermínio. Se não é por bem é por mal.
    Fui vitima de violência no bairro próximo ( São Lucas) e fui informada que essa região essa tão perigosa que nem mais B.O. estão efetuando na 42 dp… Isso é um absurdo.

  • Anônimo 5 de agosto de 2011, 11:46

    Já estamos começando a sentir na pele os resultados da soltura de 100.000 marginais !
    A união,organização e mobilização dos cidadãos de bem é a única forma de compensar o descaso e irresponsabilidade do governo!

  • Anônimo 8 de agosto de 2011, 02:00

    Realmente estamos orfãos de pai e mãe, essa polícia da praça não presta trabalho nenhum, comem o tempo todo na padaria, ficam lendo jornal dentro das viaturas, falam ao celular o tempo todo e ficam apitando as partidas de dominó dos senhores na praça, eu também já fui assaltado e não vejo o menor interesse da polícia, para eles tudo é normal, o pior é ouvir de um responsável que os índices de crimilidade não crescem, sinal que realmente eles se interessam em saber de nada, Eu não posso para o carro na porta da padaria esperando uma vaga, mas a praça pode ficar com várias viaturas paradas em cima da calçada e claro batendo papo e mais papo sem levar multa .

  • Anônimo 13 de agosto de 2011, 20:34

    😥 ” VISITE VILA ZELINA E GANHE UMA MULTA “

  • Anônimo 23 de junho de 2016, 22:09

    O fato é:

    1) Policia militar lenta, despreparada e incapaz;
    2) Judiciario um lixo;
    3) Policia Civil extremamente corrupta.
    4) CONSEG da região, principalmente do São Lucas, muito fraco, velho e não promove nada.

    Tive a casa assaltada duas vezes com o mesmo procedimento citado na reportagem, a policia militar não sabia o procedimento, a Civil nem pericia fez e quando fui reclamar, falaram que os vizinhos devem se unir eximindo deles a responsabilidade.