Sala principal de espetáculos do Arthur Azevedo reabre hoje


Depois de mais de um ano interditada ou subutilizada, a principal sala de espetáculos do Teatro Municipal Arthur Azevedo, com capacidade para 350 pessoas, volta a atender os espectadores a partir desta quarta-feira, dia 4. Para marcar a reabertura oficial haverá show gratuito de Tom Zé a partir das 21h. O público será recepcionado pelo Clube do Choro de São Paulo.

Na madrugada de 1º de dezembro de 2018, o forro da sala de espetáculos do teatro municipal da Mooca cedeu após grande volume de chuva e fortes ventos na região. Para o teatro não ficar fechado mais uma vez em sua história, a programação cultural foi adaptada para públicos menores na sala multiuso, anexa ao teatro e com capacidade para 50 pessoas. Posteriormente o palco principal também passou a abrigar uma plateia, que dividia o espaço com as apresentações.

Não foi a primeira vez que o funcionamento do Teatro Arthur Azevedo foi prejudicado por causa de problemas em sua estrutura. O espaço cultural foi fechado às pressas em setembro de 2011 porque o prédio apresentava graves falhas estruturais, como infiltrações que colocavam em risco os funcionários, público, atores e demais membros das companhias teatrais. Espetáculos chegaram a ser interrompidos por causa de goteiras atingindo pessoas na plateia.

A reforma começou em julho de 2012 e contemplou, entre outras melhorias, a troca total do telhado. O projeto foi idealizado pela Secretaria Municipal de Cultura e realizado pela construtora Engetal. A obra foi orçada inicialmente em R$ 5,4 milhões e de acordo com o divulgado pela Prefeitura na reinauguração do teatro, em agosto de 2015, o investimento final foi de R$ 7,8 milhões.

A Secretaria Municipal de Cultura informou que, após o forro ceder há pouco mais de um ano, a empresa que realizou a obra no teatro foi acionada para corrigir os vazamentos. Estudos técnicos apontaram que, com os reparos iniciais realizados, seria possível manter o teatro em funcionamento se apenas a área do palco na sala principal fosse utilizada. Por isso, a plateia continuou interditada. Em maio e junho passados, após mais chuvas, a construtora foi chamada novamente para consertar as calhas, fez reparos em trincas e colocou uma malha extra de proteção. Em outubro foi realizado o agendamento do pregão eletrônico para a manutenção completa do forro, obra que a Secretaria espera que tenha resolvido definitivamente o problema.

História
O Teatro Arthur Azevedo foi projetado pelo arquiteto Roberto Tibau e inaugurado em 2 de agosto de 1952. Em 1992, foi tombado pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade. Tem este nome por conta do poeta e dramaturgo maranhense Arthur Nabantino Gonçalves de Azevedo (1855-1908), que sucedeu a cadeira de Martins Penna na Academia Brasileira de Letras.

Tom Zé faz show gratuito hoje no Teatro Arthur Azevedo


O cantor Tom Zé será a grande estrela da reabertura da sala principal de espetáculos do Teatro Arthur Azevedo, na Mooca. O show gratuito acontece na hoje, dia 4, a partir das 21h. A retirada de ingressos na bilheteria começa uma hora antes do evento.

Tom Zé estará acompanhado de Daniel Maia, na guitarra e voz; Jarbas Mariz, na viola 12 cordas, bandolim, percussão e voz; e Cristina Carneiro, no teclado e voz. “O recomeço de um espaço de sagrado entretenimento, alegria, convivência e cultura merece este show de comemoração”, declara Tom Zé.

Outra atração na quarta-feira será por conta dos músicos do Clube do Choro de São Paulo, cuja casa oficial é o Arthur Azevedo. A partir das 19h30 eles farão intervenções musicais no saguão do teatro para recepcionar o público. E, depois, se juntarão na frente do palco para um número especial antes do show de Tom Zé.

Os músicos do Clube que participam da reabertura são: Cléber José da Silveira (sanfona); Renato Pereira da Silva (violino); Jayme Saraiva (flauta e bandolim); Carlos Eduardo Barros (violão); Leonardo Thomsen (cavaco) e Xeina de Barros (pandeiro).

Teatro Arthur Azevedo: avenida Paes de Barros, 955, Mooca.

São Cristóvão inaugura novos leitos

Aconteceu na última segunda-feira, dia 2, a inauguração de 20 novos leitos hospitalares nas unidades de internação adulta e infantil do Hospital e Maternidade São Cristóvão, que passou a contar agora com 275 leitos.

Também foi aberto um novo espaço exclusivo para os acompanhantes da UTI infantil realizarem suas refeições, sala de descanso para os médicos e uma área de ordenha para pediatria.

“Como em todas as obras feitas pelo São Cristóvão Saúde, prezamos pelo conforto dos pacientes e pela sustentabilidade, desde os mobiliários até a reutilização da água. Os apartamentos amplos e com ambientes climatizados, tem móveis, portas e revestimentos com acabamento ecológico feito com reciclagem de garrafas pet. Além disso, a água dos vasos sanitários é de reuso e o ar condicionado proporciona conforto devido ao baixo nível de ruído, economia de energia, trabalho em baixas rotações e menos danos ao meio ambiente”, explicou o CEO dos hospital, Valdir Ventura. “A decoração conta com paginações exclusivas e desenhos orgânicos nos pisos e forros, além da utilização de cores suaves. A iluminação e aplicação de painéis decorativos de imagens foi toda pensada para trazer ao ambiente um ar mais aconchegante aos pacientes”, completou Ventura.