Colunão

É de arrepiar
Vila Prudente vem sofrendo uma mudança vertiginosa no seu perfil arquitetônico. Dezenas de grandes empreendimentos imobiliários (incorporações) estão sendo realizadas simultaneamente. Algumas destas obras tomam quarteirão inteiro, e irão oferecer cada uma cerca de 200 unidades de apartamentos de 1 e 2 dormitórios. Em um destes, numa área de 5 mil m² serão construídas duas torres com 320 unidades para classe média. Fica evidente que estes novos moradores terão outras demandas, com certeza mais sofisticadas. Portanto é imperativo que comércio, escolas e serviços se preparem para as mudanças. Na mesma linha devem ficar atentos políticos e o Poder Público regional, senão serão tragados pelos acontecimentos.
Esta é uma das principais razões porque esta Folha luta pela implantação de parque na região. Esperar esta atitude das incorporadoras é o mesmo que esperar o Jabaquara ganhar o Campeonato Brasileiro.

Parque Vila Ema
Boas notícias sobre a área na avenida Vila Ema, esquina com a rua Batuns, que a comunidade e a Folha defendem que seja transformada em parque público. Atendendo solicitação do jornal, a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente informou que a Divisão de Implantação, Projetos e Obras (DIPO) desenvolveu estudo preliminar para o Parque Vila Ema. Sobre a proposta de doação do terreno de cerca de 16 mil m², de propriedade da Tecnisa, a Secretaria esclareceu que o processo está em análise técnica e jurídica na Prefeitura, em fase de complementação da documentação.
O espaço em questão foi uma antiga chácara de imigrantes alemães que ainda hoje abriga mais de 470 árvores, algumas nativas da Mata Atlântica, uma infinidade de pássaros e nascente de água. Por iniciativa da comunidade, que acabou constituindo o Movimento Viva o Parque Vila Ema e se organizou para cobrar as autoridades. Com a iniciativa da comunidade esse espaço verde não foi (ainda) transformado em mais um empreendimento imobiliário. Também deram grandes contribuições os vereadores Juliana Cardoso (PT) e Gilberto Natalini (PV) e o ex-deputado Adriano Diogo (PT).  A Folha continuará acompanhando a questão.

Mooca pode ganhar hospital universitário
O prefeito Bruno Covas (PSDB) recebeu na terça-feira, dia 13, o prefeito de Miami, nos Estados Unidos, Francis Suarez, para tratar de parceria entre as duas cidades que pode resultar na criação de um hospital universitário modelo em São Paulo, na região da Mooca.
Atualmente, a Universidade de Miami, apoiada pela prefeitura local, só tem uma ação fora dos Estados Unidos, em Israel. A ideia é que a segunda seja na cidade de São Paulo.
Não foi divulgado se já existe um local definido para o hospital universitário. A Folha pediu mais detalhes à Secretaria Municipal de Saúde.

Enquanto isso…
A Prefeitura de São Paulo pode tratar de garantir que não faltem médicos para o atendimento básico da população. Matéria desta semana denuncia que um morador da Vila Prudente, soropositivo, não consegue acompanhamento com médico infectologista há mais de oito meses, embora o bairro conte com uma unidade especializada em DST/AIDS, anexa à UBS Vila Prudente.
Vai entender…

Vergonha
O Banco do Brasil, que se diz um banco social (conta outra!), teve lucro líquido de R$ 4,4 bilhões no segundo trimestre deste ano, 36% a mais que no mesmo período de 2018. Explicações da direção do BB dão conta que boa parte do crescimento dos lucros deveu-se ao fato que o banco pagou menos imposto este ano (vá dormir com esta!).
Não satisfeito com a performance o Banco do Brasil anunciou recentemente um plano de demissão voluntária, o que deve redundar em mais de R$500 milhões de lucro.

Homenagem
Na noite da última segunda-feira, 12 de agosto, Dia Nacional das Artes, a Escola de Dança do Theatro Municipal de São Paulo foi homenageada em uma sessão solene na Câmara Municipal, pelo presidente da Casa, vereador Eduardo Tuma (PSDB). A diretora artística da Escola de Dança é a bailarina Priscila Yokoi, de família da região e ex-aluna do Colégio João XXIII. Yokoi recebeu uma placa comemorativa das mãos de Tuma e da vereadora Edir Sales (PSD).
Há 78 anos a premiada Escola de Dança do Theatro Municipal é o principal centro de ensino especializado de São Paulo e hoje possui cerca de mil alunos.

Vila Prudente – 129 anos
Nesta semana aconteceu a primeira reunião entre a Subprefeitura de Vila Prudente e o Círculo de Trabalhadores para alinhar a programação de aniversário do bairro em outubro. Por enquanto, estão definidos o tradicional ato cívico no Obelisco, na Praça do Centenário, seguido de café da manhã, campeonato de jogos e baile da Terceira Idade – todos promovidos pelo Círculo. A Subprefeitura pretende realizar corrida e caminhada noturna, minicampeonato de rolimã, cãominhada (1) e festa para crianças, com o apoio de parceiros. Também estão na agenda o Festival Internacional de Dança e o sarau da Sociedade de Poetas. Mais informações nas próximas edições.
(1) Esse negócio de fazer trocadilho com a palavra cão já deu. É daquelas coisas mais primárias e sem graça que existem. Está na hora de pararem com esta bobagem.

Vila Prudente -130 anos
Enquanto o programa de festividades do 129º aniversário de Vila Prudente está quase pronto, o de 130º ainda não está nem esboçado. Como a data é redonda espera-se que lideranças e entidades locais formem comissão de festejos alusivos à data. Interessados ligar para Rubia: 2271-3342.

Noite Italiana
O Clube Atlético Juventus realiza a Noite Italiana no próximo dia 31, a partir das 20h30, no seu salão Nobre. O evento integra o calendário oficial das festividades do 463º aniversário da Mooca. Haverá show internacional com o cantor Luciano Bruno e apresentação da Banda Brazilian Plaza. O convite custa R$ 160 (inclui jantar, bebidas e o show). Convites à venda no Departamento de Eventos do clube ou pela internet: https://bileto.sympla.com.br/event/61581. Mais informações: 2271-2000 ramais 240/241.