Trecho da rua Cavour será interditado por 20 dias

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou que a rua Cavour será interditada na altura do cruzamento com a rua Itamumbuca, na Vila Prudente, a partir das 7h desta quarta-feira, dia 22, para a realização de obras de reconstrução de sarjetão pela Subprefeitura Vila Prudente. A duração prevista dos trabalhos é de 20 dias.
Durante as obras, haverá inversão da mão de direção da rua Itamumbuca, no sentido da rua Cavour para a rua Imbituba.
Alternativas
Os veículos oriundos da rua Cavour deverão entrar à esquerda na rua Itamumbuca, à direita na rua Imbituba, à direita na rua Ettore Ximenes e à esquerda na rua Cavour para retomar seu caminho.
Os veículos oriundos da rua Itamambuca poderão entrar à esquerda na rua Imbituba, à direita na rua Ettore Ximenes, à esquerda na rua Cavour e à direita na rua Américo Vespucci.

São Paulo tem novo secretário de Saúde

O professor e médico Jean Gorinchteyn (foto) é o novo secretário de Estado da Saúde de São Paulo. Infectologista do Instituto Emílio Ribas e do Hospital Israelita Albert Einstein, ele substitui o médico José Henrique Germann Ferreira, que ocupava o cargo desde o início da atual administração e deixa a função devido a recomendações médicas. A mudança foi anunciada hoje pelo governador João Doria (PSDB).

“O doutor Germann, ao longo de um período de 19 meses, cumpriu brilhantemente o trabalho à frente da Secretaria de Saúde”, afirmou o Governador. “Não houve nenhuma razão de qualquer outra ordem exceto a orientação de saúde que ele recebeu de seus médicos. Quero publicamente agradecer ao doutor Germann pela qualidade do trabalho, confiança, dedicação e capacidade de integrar e harmonizar equipes”, acrescentou Doria, que pediu uma salva de palmas em deferência a Germann.

No início deste mês, Germann apresentou problemas cardiovasculares e decidiu se afastar das atividades para cuidar da saúde. Continuará como assessor especial do Governo do Estado, mas com uma rotina mais tranquila. “Pequenos sustos podem significar grandes alertas. No último dia 3, dei entrada no hospital Albert Einstein, sendo submetido a diversos exames, incluindo o de cateterismo cardíaco. A recomendação médica foi diminuir as atividades inerentes às funções executivas. Gostaria de agradecer ao governador Doria pela confiança em mim depositada para assumir o honroso cargo de Secretário de Saúde no início de sua gestão”, declarou.

O novo secretário é professor de infectologia na Universidade de Mogi das Cruzes, onde se formou há 28 anos. É mestre em doenças infecciosas e fez doutorado em neurologia experimental pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo). Desde o ano passado, Jean é embaixador do Instituto Trata Brasil, que apoia as ações pela universalização do saneamento.

“Temos que entender que existe continuidade, não existe troca. Nós estamos progredindo de uma forma faseada, fazendo com que São Paulo volte a ter esse novo normal de forma gradual, dando abertura para que todos possam retomar suas vidas e a economia, mas sempre lembrando da segurança e da saúde da população”, frisou Gorinchteyn.

José Henrique Germann recebeu palmas da equipe pelos 19 meses à frente da Secretaria. (Divulgação Governo do Estado)
Caio Luz: “100 dias de Vila Prudente”

Nesta semana, o subprefeito de Vila Prudente, Caio Luz, completou 100 dias no cargo. Ele assumiu o comando dos distritos de São Lucas e Vila Prudente no dia 7 de abril, já em meio à pandemia de coronavírus. No artigo abaixo ele fala um pouco sobre o desafio de se fazer presente em tempos de recomendação de isolamento e as providências tomadas nesses primeiros meses na região:

“Permanecer presente em um momento marcado pelo isolamento social foi o ensinamento do prefeito Bruno Covas em meio à pandemia, ainda que isso exija criatividade, adaptação às novas tecnologias e compromisso dobrado com a cidade e as pessoas.

A zeladoria do espaço público foi a nossa marca no período. Reduzimos em 75% o número de solicitações registradas no sistema SP 156 (de 818 para 208); de forma inédita, em maio, zeramos as demandas de tapa-buraco, o que proporcionou rapidez no atendimento de novos casos; implantamos uma rotina de mutirões semanais, onde nove praças e/ou equipamentos e seus entornos foram beneficiados, nos dois distritos da região (São Lucas e Vila Prudente).

Em uma prática de interação entre zeladoria, cultura e esporte, implantamos a primeira pista pública de skate da Vila Prudente e requalificamos com grafites a passagem entre as ruas Erva Imperial e Antônio Marques Julião, no Jardim Guairacá.
Reforçamos o diálogo com os conselhos de representação da sociedade civil e demos celeridade às reuniões e encontros, via plataformas digitais, de forma a não distanciar o poder público dos anseios da população.

Lançamos o concurso cultural para escolha do hino e da bandeira do distrito de São Lucas, como parte dos festejos pelo centenário do padre Aldo. A escolha dos vencedores caberá aos próprios munícipes, por meio de votação nas redes sociais da Subprefeitura Vila Prudente, reforçando a sensação de identidade e pertencimento à vida comunitária.

O futuro também é presente. Mais conquistas e desafios se colocam em nosso horizonte. Com o apoio da Secretaria Municipal das Subprefeituras, o maior investimento em melhorias de calçadas da história da região está sendo iniciado: serão cerca de 60 mil m² de passeios acessíveis entregues ainda em 2020.

Iniciamos o processo de uma nova ocupação do antigo CDC Vicente Ítalo Feola, espaço outrora ocioso, que passa, agora a ser ocupado pela inspetoria da GCM local.

Também, iniciamos a filmagem interna das galerias de águas pluviais, o que nos possibilita sabermos, com precisão, a condição da tubulação e, assim, garantir que a prevenção seja instrumento no combate às enchentes.

Diante de tantas incertezas postas, valorizar as relações, promover oportunidades de interação e de reconhecimento cultural e caminhar rumo ao moderno e contemporâneo é o nosso desejo”.

 

 

 

Festa do Imigrante: 25 anos com exposição virtual

Um dos eventos mais tradicionais e concorridos de São Paulo chega a 25ª edição sem a possibilidade de festejar. Promovida desde 1996 pelo Museu da Imigração, na Mooca, a Festa do Imigrante ganha neste ano uma mostra comemorativa online ao invés das apresentações típicas e das tendas com opções gastronômicas de várias partes do mundo.

O evento sempre reúne grande público e conta com o engajamento de comunidades de migrantes, descendentes e, mais recentemente, refugiados.

A exposição virtual montada apresenta a trajetória da festa com fotografias, vídeos e peças gráficas de diversas edições, além de depoimentos de comunidades que fazem parte dessa história. A curadoria proporciona uma viagem no tempo para descobrir a evolução na programação, as transformações nas estruturas das atrações, a presença de novas nacionalidades, entre outros.

Acesse pelo site do Museu da Imigração: www.museudaimigracao.org.br.

Subprefeituras intensificam a fiscalização de bares

A Secretaria das Subprefeituras intensificou a fiscalização em bares no primeiro final de semana de reabertura para atendimento presencial do público. Na noite da sexta-feira, dia 10, foram 16 interdições de estabelecimentos que não respeitaram o horário limite de 17h ou algum dos outros protocolos sanitários determinados. Uma dessas interdições foi na área da Subprefeitura Mooca. No sábado, dia 11, mais 91 bares foram fechados por desrespeito em diversas regiões da cidade.

A Subprefeitura Vila Prudente informou que também fez ação de fiscalização (foto) com apoio da Policia Militar e da Guarda Civil Metropolitana. Foram realizadas mais de 20 abordagens orientativas em estabelecimentos que não estavam cumprindo as determinações, porém  comerciantes e clientes atenderam as solicitações dos fiscais e não houve necessidade de interdições.

Bares e restaurantes devem utilizar até 40% de sua ocupação interna, encerrar as atividades às 17h e proibir a consumação nas calçadas. O valor da multa é de R$ 9.380 em caso de flagrantes de desrespeito.

Os locais que descumprem o exposto nos decretos estão sujeitos à interdição imediata de suas atividades e, em caso de resistência, cassação do alvará de funcionamento ou TPU/Autorização Temporária. A Secretaria ressaltou que o objetivo não é multar, mas evitar aglomerações para reduzir o risco de transmissão do coronavírus.

Secretaria do Verde confirma reabertura do Parque de Vila Prudente

O prefeito Bruno Covas (PSDB) anunciou hoje, dia 9, a reabertura gradual de 70 parques municipais a partir da próxima segunda-feira, dia 13.  Ao todo, a Prefeitura administra 108 espaços verdes. Por enquanto, esse primeiro grupo de parques volta a atender o público apenas de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h, com medidas de restrição. O uso de máscaras de proteção é obrigatório, assim como o distanciamento social.

A Secretaria do Verde e Meio Ambiente confirmou à Folha que o Parque Professora Lydia Natalizio Diogo, o popular Parque de Vila Prudente, está incluído na lista das áreas que reabrem na segunda-feira. A entrada principal fica na rua João Pedro Lecor, s/nº.

Os parques deverão funcionar com 40% de sua capacidade. “Nós teremos controle na entrada, será obrigatória a utilização de máscara e os bebedouros estarão fechados por orientação da Vigilância Sanitária”, explicou Covas. De acordo com o prefeito, para evitar aglomerações, as áreas continuarão fechadas aos finais de semana por tempo indeterminado.

A ideia é que os espaços funcionem para a prática de caminhadas. Não serão permitidas atividades coletivas. Nesta etapa, os parquinhos para crianças e equipamentos de ginástica também estarão restritos. Os sanitários permanecerão abertos.

Na cidade, apenas os dois maiores parques, Ibirapuera e do Carmo, terão horário diferenciado: das 6h às 16h, também de segunda a sexta-feira.

Centros esportivos

Os Centros Esportivos da cidade, como o CERET e o Arthur Friedenreich, também reabriram desde o último dia 6, apenas para a pratica de caminhada das 6h às 12h. É obrigatório o uso de máscara de proteção.

A Prefeitura informou que o Centro Esportivo da Mooca continua fechado porque está abrigando moradores de rua devido às baixas temperaturas e também os que apresentam suspeita de Covid-19.

 

Prefeitura ainda avalia reabertura de parques

O prefeito Bruno Covas afirmou nesta segunda-feira, dia 6, em coletiva de imprensa realizada no Palácio dos Bandeirantes, que a Prefeitura ainda estuda a reabertura dos parques municipais.

“Estamos terminando de discutir com a Vigilância Sanitária as regras. Mas, eu já posso adiantar que, quando a gente anunciar, será a retomada dos parques durante a semana. Não vamos abrir os parques ainda aos finais de semana, para evitar aglomerações”, disse o prefeito.

Apesar de a capital estar atualmente na Fase 3, amarela, do Plano São Paulo para a retomada da economia, Bruno Covas reforçou que a pandemia continua. “Quero pedir à população cautela e que entenda que ainda não é o momento de comemorarmos o fim da pandemia”, afirmou.

O governador do Estado, João Doria, também pediu atenção da população com os cuidados de prevenção e segurança contra a doença. “Enquanto nós não tivermos a imunização da vacina, as medidas de prevenção e segurança são necessárias e a máscara passa a ser um item obrigatório no seu dia-a-dia. É a sua vestimenta, a partir de agora, até que tenhamos a vacina aplicada. A máscara ajuda a preservar vidas, e obviamente, os que puderem permanecerem em suas casas”, ressaltou.

Bares e restaurantes: confira as regras para reabertura

O estabelecimento deve dar preferência para as vendas on-line, evitando ao máximo a presença de clientes no local. A capacidade de ocupação precisará ser reduzida a 40% enquanto a capital estiver na classificação amarela do Plano São Paulo e a 60% na classificação verde. Durante a fase amarela, está proibido o atendimento a clientes que estejam consumindo os produtos nas calçadas.

As mesas, que não poderão ser ocupadas por mais de seis pessoas, devem ter 2 metros de distância entre elas e as cadeiras de pelo menos 1 metro. Os clientes só poderão consumir os alimentos dentro dos estabelecimentos se todos estiverem sentados, seguindo corretamente as recomendações de higiene.

As portas e janelas deverão estar preferivelmente abertas, privilegiando a ventilação natural e minimizando o manuseio de maçanetas e fechaduras. Em caso de ambientes climatizados, garantir a manutenção dos aparelhos de ar condicionado, conforme recomendação da legislação vigente.

Os cardápios deverão ser disponibilizados por meio de plataformas digitais (site do estabelecimento, menu digital via QR Code ou aplicativo) ou cardápios de grande porte e visibilidade dispostos nas paredes do estabelecimento, como lousas, quadros e luminosos.

Os restaurantes que atuam com a opção de self-service e com sistema de pedidos para consumo no interior deverão disponibilizar garçons e colaboradores para servir os clientes devidamente paramentados com equipamentos de proteção individual.

O horário de funcionamento dos estabelecimentos deverá ser de seis horas diárias, respeitando o limite das 17h.

Salões de beleza: veja as regras para reabertura


O atendimento ao púbico deve ser feito exclusivamente por meio de agendamento, evitando filas de espera e de maneira individualizada, com a capacidade do local reduzida e em horários espaçados, para que se faça a devida higienização entre um atendimento e outro. Sempre que possível, o atendimento precisa ser feito em cabines individuais, por um profissional por vez e os clientes não poderão estar acompanhados por outras pessoas.

Os estabelecimentos terão que reduzir o número de pessoas no ambiente, limitando a 40% da capacidade, enquanto a cidade estiver na classificação amarela do Plano São Paulo e 60% se estiver na classificação verde. Os estabelecimentos poderão realizar atendimento presencial durante seis horas diárias na fase amarela. O horário de funcionamento poderá ser alterado, de acordo com o regulamento municipal, conforme a evolução do Plano São Paulo. Poderá também ser implementado um horário exclusivo de atendimento para clientes acima de 60 anos ou que são do grupo de risco.

Os funcionários deverão utilizar touca, máscara reutilizável e óculos de proteção ou protetor facial, gorro, avental impermeável de mangas longas e luvas para tratamentos.

Tanto as barbearias quanto os salões de beleza deverão lavar os cabelos e orelhas dos clientes antes de iniciar o corte de cabelos para minimizar a possibilidade de contaminação.

As esmalterias precisarão diminuir a quantidade de esmaltes expostos; usar luvas; higienizar a poltrona e a mesa de atendimento a cada cliente.

A distância mínima entre estações de trabalho deve ser de 2 metros, devendo serem utilizadas de modo intercalado, se necessário, e a distância entre os clientes de pelo menos 1,5 metro.

Juventus reabre sede social apenas para caminhadas

Totalmente fechado desde 18 de março por causa da pandemia do novo coronavírus, o Clube Atlético Juventus volta a receber os associados em sua sede social a partir da segunda-feira, dia 6, somente para a prática de caminhadas ao longo das suas alamedas.

O horário de funcionamento será das 8h às 18h. O estacionamento também estará aberto nesse período.

A decisão foi tomada em virtude da autorização de reabertura de clubes por parte da Prefeitura, após negociações com o Sindi-Clube e a definição dos protocolos sanitários que devem ser cumpridos.

Os associados deverão obrigatoriamente estar usando máscaras de proteção para adentrar e permanecer no clube.