1 Comentário

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado

Por favor insira um comentário
Por favor informe seu nome
Informe uma url válida.

  • Elias Skaf 12 de setembro de 2020, 11:48

    Conheci pouco a Dona Esmeralda, mas o suficiente para saber de seu valor como mãe, companheira e pessoa ímpar, de enorme generosidade e vocação social. Sem dúvida nenhuma, uma guerreira e um exemplo de mulher que irá deixar saudade. Que Deus a receba na sua infinita bondade e que dê fôrças aos meus amigos Zadra, Ricardo, Alexandre e Katia, para que consigam superar esta dor.