São Lucas: concurso para escolher bandeira e hino

A Subprefeitura Vila Prudente publicou nesta terça-feira, dia 30, no Diário Oficial, o Edital do concurso cultural que escolherá a bandeira e o hino oficial do distrito de São Lucas. A iniciativa faz parte das celebrações do centenário do padre italiano Aldo Giuseppe Maschi (1920-1999), responsável pela construção da Paróquia São Filipe Neri, sediada na avenida São Lucas, 279.

O concurso passa a valer a partir desta quarta-feira, 1 de julho. Desenhos e letras devem ser enviados para concursoculturalsaolucas@gmail.com. No e-mail precisa conter ainda a ficha de inscrição preenchida e cópias do CPF, RG e comprovante de endereço do concorrente. A inscrição gratuita permanece aberta até 31 de outubro.

Cada concorrente pode participar com apenas um trabalho para cada item (bandeira e hino). Será permitido apresentar projeto em conjunto, devendo constar a coautoria no ato de inscrição. No edital constam as especificações de como deve ser enviado o desenho da bandeira, bem como as regras da composição (letra e música) do hino.

A decisão final caberá aos próprios munícipes, que por meio das redes sociais da Subprefeitura elegerão o hino e a bandeira após análise prévia de uma comissão julgadora formada por servidores e pessoas representativas do São Lucas.

Durante todo o período de inscrição dos projetos, a Subprefeitura disponibilizará dados históricos sobre o distrito para estimular os candidatos.

Confira o Edital completo publicado no Diário Oficial do Município:

CRIAÇÃO DA BANDEIRA E HINO OFICIAL DO DISTRITO DE SÃO LUCAS.
A Subprefeitura Vila Prudente torna público aos interessados a abertura das inscrições e estabelece o regulamento para a criação e escolha da Bandeira e Hino Oficial do Distrito de São Lucas.
1 – Da Justificativa:
O cidadão nasce no bairro; cresce no bairro; vive no bairro. Ninguém mora no Estado ou na União. Entretanto, o conceito de bairro está presente, dia a dia, na vida do cidadão: é lá que se reivindica; é lá que se contribui; é lá que se labuta e é lá que se investe e se participa da vida social, política e cultural da comunidade.
Neste sentido, a criação da Bandeira e Hino oficial do Distrito irão fortalecer os laços culturais entre os munícipes e a história de São Lucas, formando-se os símbolos do município. Há ainda, outro fator motivador para o concurso, que a comemoração do centenário do padre Aldo, responsável pela construção da Paróquia São Filipe Neri, marco simbólico do distrito.
2 – Dos Objetivos:
2.1 – Eleger o desenho do Brasão e Bandeira, e a composição musical que será instituída como o Hino Oficial do Distrito de São Lucas;
2.2 – Estimular o senso cívico e a autoestima dos cidadãos, promovendo a participação e o envolvimento da população no processo de criação dos símbolos do seu município;
2.3 – Instigar as potencialidades e os talentos locais para a criação artística, valorizando os sentimentos de cidadania, amor e respeito pelo Distrito de São Lucas;
2.4 – Criar elementos importantes que virão a somar-se à heráldica do município.
3 – Da Participação:
3.1 – Cada concorrente poderá participar com apenas um (1) trabalho para cada item (bandeira e hino);
3.2 – Será permitido apresentar trabalho em conjunto, devendo constar a coautoria, de forma clara, no ato de inscrição.
4 – Da Inscrição:
4.1 – A inscrição é gratuita e deverá ser preenchida e assinada pelo(s) autor(es), enviada via e-mail (concursoculturalsaolucas@gmail.com), no prazo de 01 de julho de 2020 a 31 de outubro do mesmo ano, impreterivelmente.
4.2 – As obras artísticas deverão ser entregues, da mesma forma a partir do dia 01.07.2020 até do dia 31.10.2020, sob pena de desclassificação, da seguinte forma:
4.2.1 – Para concorrer à escolha do hino oficial, a letra e a escrita em partitura deverão ser enviadas por e-mail (concursoculturalsaolucas@gmail.com), contendo como assunto apenas a indicação: “Concurso Hino do Distrito de São Lucas”, sendo que o nome do(s) candidato(s), cópias de CPF, RG, e comprovante de endereço necessariamente deverão estar anexados no email, bem como a proposta concorrente;
4.2.2 – Para concorrer à escolha da Bandeira, o desenho deve ser enviado via e-mail (concursoculturalsaolucas@gmail.com), nos formatos “.PNG” e “.PDF”, e contendo a descrição da representação do desenho, com todas as suas características e o que simbolizam, contendo como assunto apenas a indicação: “Concurso Bandeira do Distrito de São Lucas” sendo que o nome do(s) candidato(s), cópias de CPF, RG, e comprovante de endereço necessariamente deverão estar anexados no email, bem como a proposta concorrente;
4.3 – Qualquer ausência dos documentos requisitados neste edital acarretará a eliminação do candidato;
5 – Das Características do Hino:
5.1 – Para efeito da elaboração da composição (letra e música), fica estabelecido o seguinte conceito: HINO: “Música, geralmente marcial ou solene, acompanhada de um texto, e que exalta o valor de algo ou de alguém.” (Aurélio Buarque de Holanda Ferreira in Novo Dicionário da Língua Portuguesa);
5.2 – Na elaboração da letra não deverão ser feitas alusões a brasileiros vivos nem referências político-partidárias, religiosas ou que digam respeito a outras nações ou personalidades estrangeiras, vivas ou mortas;
5.3 – O Hino, antes de tudo, deverá primar por uma linguagem poética, que traduza o conteúdo do tema, sendo que a composição deverá focalizar fatos históricos, econômicos, sociais e culturais do Distrito de São Lucas;
5.4 – A composição deverá ser inédita e possuir letra exclusivamente em língua portuguesa (português-brasileiro), ficando sob a responsabilidade do(s) autor(res) qualquer questão quanto à autoria;
5.5 – O Hino deverá ter, no máximo, 2 minutos de duração.
6 – Das Características da Bandeira:
6.1 – A Bandeira deverá representar o Distrito de São Lucas, levando em consideração seus aspectos culturais, econômicos, históricos, geográficos e ambientais;
6.2 – A Bandeira deverá apresentar o memorial descritivo de sua constituição e elaborado de forma a possibilitar sua reprodução para fins de divulgação em decalques, adesivos, clichês, distintivos, medalhas e objetos de arte;
6.3 – O trabalho classificado em primeiro lugar para representar a bandeira do Distrito poderá ser modificados para efeitos de formatação em padrão da heráldica ou visual.
7 – Da Comissão Julgadora
7.1 – A Comissão Julgadora será formada por 3 (três) representantes da Subprefeitura Vila Prudente, sendo 1 (um) indicado pela Assessoria de Comunicação; 1 (um) indicado pelo Gabinete e 1 (um) indicado pela Coordenadoria de Governo Local; e 3 (três) representantes da comunidade local, com identificação e notório conhecimento sobre a região. Em caso de empate, o voto de minerva será do subprefeito de Vila Prudente.
7.2 – Os integrantes da Comissão Julgadora não poderão participar do concurso;
7.3 – Aos integrantes da Comissão Julgadora é vetada qualquer remuneração, seja a que título for.
8 – Do Julgamento:
8.1 – Para efeito de julgamento do hino, serão consideradas a originalidade, o estilo, a correção e clareza da letra, a adequação ao tema, a facilidade de comunicação e apresentação, bem como a representação do distrito em seus aspectos culturais, econômicos, históricos, geográficos e ambientais;
8.2 – Para efeito de julgamento da Bandeira, serão consideradas a originalidade, a adequação ao tema, a facilidade de comunicação e apresentação, bem como a representação do Distrito de São Lucas em seus aspectos culturais, econômicos, históricos, geográficos e ambientais;
8.3 – Entenda-se por composição original e inédita, no todo ou em parte, aquela que não contenha plágio e que não tenha sido editada, gravada, registrada ou apresentada em público até a realização deste Concurso;
8.4 – Qualquer comprovação de plágio ou cópia acarretará na exclusão do participante, sendo deste a inteira responsabilidade pelo ato;
8.5 – A Comissão Julgadora poderá não escolher nenhuma das obras inscritas e abrir novo edital referente a Criação da Bandeira e Hino Oficial do Município.
9 – Da seleção, da apresentação e do prazo para recursos:
9.1 – A Comissão Julgadora fará a seleção e julgamento das obras artísticas nas dependências da Subprefeitura Vila Prudente. Serão, então, eleitas as três melhores propostas para cada elemento (BANDEIRA E HINO);
9.2 – As propostas escolhidas serão disponibilizadas no mural de avisos da instituição;
9.3 – A definição pelo trabalho que melhor se encaixe no proposto será definida pela população, por meio das redes sociais da Subprefeitura, onde ficarão expostos no período de 30 de novembro de 2020 a 18 de dezembro de 2020.
9.4 – Caso algum concorrente deseje recorrer à decisão da seleção, isso deve ser feito no período de 30 de novembro de 2020 a 07 de dezembro de 2020;
9.5 – Após o julgamento e o período de recursos, a obra vencedora será apresentada ao Subprefeito de Vila Prudente para que seja providenciada a sua divulgação em ato público, até março de 2021, na programação de Comemoração do Centenário do Padre Aldo.
10 – Dos itens a serem avaliados:
10.1 – Os itens a serem avaliados terão pontuação individual de cinco a dez (5 a 10). Cada jurado preencherá a sua tabela e fará uma média que, somada à média dos demais jurados, dará o total de pontos obtidos;
10.2 – Itens constantes da Tabela de avaliação:
10.2.1 – Quanto ao Hino:
– Adequação ao tema;
– Clareza e comunicação;
– Correção;
– Letra;
– Originalidade;
– Representação do Distrito em seus aspectos culturais, econômicos, históricos, geográficos e ambientais.
10.2.2 – Quanto à Bandeira:
– Adequação ao tema;
– Clareza e comunicação;
– Correção;
– Originalidade;
– Qualidade da apresentação;
– Representação do Distrito em seus aspectos culturais, econômicos, históricos, geográficos e ambientais.
10.3 – Em caso de empate, o voto de minerva será do subprefeito da Vila Prudente;
11 – Dos Direitos Autorais:
11.1 – O autor ou autores dos trabalhos vencedores cederá ou cederão a propriedade intelectual da obra de pleno direito e por prazo indeterminado à Subprefeitura Vila Prudente que se reserva o direito de publicar, gravar, confeccionar e divulgar o trabalho premiado.
12 – Das Disposições Geais:
12.1 – O ato de inscrição implica na aceitação integral e obrigatoriedade de cumprimento deste regulamento;
12.2 – Estão automaticamente desclassificados, em caráter inapelável e irrecorrível os concorrentes que descumprirem este Regulamento, provocarem atos que venham a prejudicar a realização do concurso ou que sejam desrespeitosos com os outros participantes ou com os organizadores;
12.3 – Os concorrentes abrem mão dos direitos sobre imagem, letra e música e não serão remunerados ou ressarcidos de despesas, em hipótese alguma;
12.4 – A participação no concurso, relativamente ao(s) concorrente(s) vencedor(es) importará na cessão dos direitos autorais à Subprefeitura.
12.5 – A Subprefeitura Vila Prudente e a Comissão Organizadora do Concurso poderão determinar a realização de um novo concurso caso nenhum dos trabalhos apresentados seja selecionado pela Comissão Julgadora;
12.6 – A inobservância deste Edital, por parte de qualquer concorrente, implicará na sua desclassificação imediata;
12.7 – Os trabalhos concorrentes, após o Concurso, serão encaminhados ao acervo público da Subprefeitura Vila Prudente;
12.9 – Os casos omissos neste Edital serão resolvidos pela Comissão Julgadora e/ou Organizadora que representará, no Ato, a Subprefeitura Vila Prudente;
12.10 – Elege-se o foro desta Capital, para conhecer e julgar disputas em torno deste Edital, no que não couber às comissões nomeadas.

Modelo / Ficha de inscrição 
De acordo com os itens constantes no edital que institui a criação da Bandeira e Hino Oficial do Distrito de São Lucas, declaro que estou ciente do regulamento e me disponho a participar do concurso ciente dos termos regulamentados neste edital.
CATEGORIA: HINO OU BANDEIRA
Nome:
RG:
CPF:
Data de Nascimento:
Endereço:
Bairro:
Cidade:
CEP:
Telefones:
Residencial: Comercial: Celular:
E-mail:
A ser preenchido por um coautor (se houver vários componentes no desenvolvimento do trabalho)
Nome:
RG:
CPF:
Data de Nascimento:
Endereço:
Bairro:
Cidade:
CEP:
Telefones:
Residencial: Comercial: Celular:
E-mail:
Assinatura Autor
Assinatura coautor(es) (Se houver)

Modelo / Declaração De Cedência De Direitos Autorais
Nome:
RG:
CPF:
Data de Nascimento:
Sexo:
Endereço:
Bairro:
Cidade:
CEP:
Telefones:
Residencial: Comercial: Celular:
E-mail:
Declaro estar inteiramente de acordo com os termos do Regulamento e Edital do Concurso n° 001/2019, e concordo em
ceder todos os direitos autorais e de propriedade sobre a obra apresentada.
Assinatura

Vacina contra a gripe liberada para toda população

A campanha de vacinação contra a Influenza foi prorrogada até 24 de julho e a partir desta quarta-feira, 1 de julho, cidadãos de todas as idades podem se imunizar gratuitamente.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, até o último dia 25 foram aplicadas mais de 4 milhões de doses da vacina e a cobertura para os grupos prioritários estava em 85,6%. A meta é imunizar 90% da população.

A vacinação permanece nas 468 Unidades Básicas de Saúde (UBS) da capital. A campanha teve início em 23 de março e imunizou, na primeira fase, idosos e profissionais da saúde. Esses grupos já atingiram 100% de cobertura vacinal. A cobertura vacinal para os outros grupos está em 57% entre as crianças; 47% em gestantes; 46% entre as puérperas e em adultos, 41%.

A campanha não protege contra o coronavírus, mas auxilia os profissionais de saúde no diagnóstico para a Covid-19, ao descartarem os vários tipos de gripe na triagem da população vacinada. A vacina também é importante para reduzir complicações e óbitos por Influenza.

SUB-VP usa tecnologia para tentar minimizar enchentes


Nesta segunda-feira, dia 22, a Subprefeitura Vila Prudente (SUB-VP) iniciou o reconhecimento das galerias de águas pluviais da região. Usando uma câmera móvel, a tubulação é avaliada tendo por objetivo encontrar avarias, pontos obstruídos e até ligações clandestinas. Esse mapeamento, que será realizado nos distritos de Vila Prudente e São Lucas, pode minimizar os prejuízos da população no período de chuvas.

“A partir da filmagem subterrânea podemos saber com precisão como está a situação das galerias em pontos suscetíveis a alagamentos e garantir que a prevenção seja feita a tempo”, afirmou o coordenador de obras da SUB-VP, Adinilson Almeida.

“É fundamental para a zeladoria realizar ações preventivas, e esse tipo de tecnologia nos ajuda a manter o território em boas condições”, destacou o subprefeito Caio Luz.

Homenagem: artesão de relógios da Vila Prudente

Em novembro de 2011, Milvio Dalla Dea foi retratado em matéria da Folha como o “artesão de relógios” e um dos mais conhecidos comerciantes de Vila Prudente. Aos 80 anos, ele encerrava as atividades da sua loja na avenida Paes de Barros, 3558. Foram mais de 65 anos de serviços prestados no ofício de conserto de relógios, sendo 45 deles nesse mesmo endereço. Mais do que clientes, conquistou muitos amigos. Mesmo depois da loja fechada, continuava recebendo relógios para consertar devido à qualidade do serviço prestado por décadas.

Antes do ponto na avenida Paes de Barros, manteve uma loja por 18 anos na rua Ibitirama. “Sou muito grato a este bairro que me acolheu e onde fiz muitas amizades”, contou à reportagem da Folha na ocasião da matéria.

Iniciou na profissão por meio do avô e do pai, que também eram do ramo, mas ao longo dos anos foi autodidata. O pai faleceu quando ele tinha 17 anos e precisou assumir o trabalho. “Adquiri conhecimento na prática. Com as transformações nos relógios, fui me aperfeiçoando e aprendi a mexer em quase todos os equipamentos”, afirmava o relojoeiro que era natural de Bragança Paulista e veio ainda criança para Capital, quando a família se instalou na Vila Prudente.

Milvio faleceu no último dia 10, aos 89 anos, vítima de Covid-19. Contraiu a doença após sofrer um infarto e ser internado. Deixa os filhos Milvio, Marcello e Milene, quatro netos e uma bisneta, que por uma coincidência do destino, nasceu no mesmo dia da morte do bisavô.

Além dos relógios, outra paixão de Milvio era o Palmeiras. (Foto: arquivo da família)
Começam trabalhos de extensão da Linha 2

O projeto de prolongamento da Linha 2-Verde está ganhando os primeiros canteiros de obras.Operários e maquinários já são vistos no terreno da futura estação Anália Franco (foto), que até poucos meses atrás estava tomado pelo matagal.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) também já anunciou a interdição da rua Tauandê, na Vila Formosa, entre a avenida Eduardo Cotching e a praça Sete de Fevereiro, para o início das obras da estação Vila Formosa com duração prevista de 36 meses.

A extensão da Linha 2 ligará a estação Vila Prudente à Penha. Serão 8,3 quilômetros de trilhos e oito novas estações: Orfanato, Água Rasa, Anália Franco, Vila Formosa, Guilherme Giorgi, Nova Manchester, Aricanduva e Penha.

De acordo com o cronograma do Metrô, os trabalhos de prospecção arqueológica e geotécnicas nas áreas das futuras estações Orfanato e Água Rasa serão iniciados no segundo semestre de 2020.  A previsão é que as obras civis no trecho até a estação Vila Formosa sejam concluídas em 2025.

Em visita às instalações dos primeiros canteiros, o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, e o presidente do Metrô, Silvani Pereira, destacaram que, além de ser uma obra bastante aguardada pela população para melhorar a oferta de transporte público, também terá importante impacto econômico.

“Quando esta obra de prolongamento estiver sendo executada plenamente, gerará em torno de cinco mil empregos diretos. O Governo do Estado estará contribuindo para a retomada da economia nesse momento de crise”, destacou o presidente do Metrô.

Saiba mais

A ordem de serviço para a ampliação da Linha 2 foi assinada em janeiro pelo governador João Doria (PSDB). Na ocasião, o secretário de Transportes Metropolitanos destacou que a Linha 2 “será a mais extensa de São Paulo e transportará mais de 1 milhão de passageiros diariamente”.

Segundo o Governo, serão investidos R$ 6 bilhões em recursos exclusivos do Estado para a elaboração dos projetos, desapropriações e execução das obras civis deste trecho. Também está incluso neste valor a aquisição de 22 novos trens para a Linha 2, portas de plataforma, sistemas de alimentação elétrica, sinalização e controle.

Futuramente, o Governo pretende ampliar a Linha 2 até o município de Guarulhos, com mais 5,9 km de trilhos e cinco estações no trecho Penha-Dutra.

Linha 15 opera em toda a extensão

A Linha 15-Prata do monotrilho voltou a operar nesta tarde até São Mateus, com as suas dez estações abertas aos passageiros. 

Após três meses fechada, a linha começou a funcionar no último dia 1 com os trens circulando somente da Vila Prudente até o Jardim Planalto. A partir desta sexta-feira, dia 19, os trens do monotrilho operam das 4h40 à 0h entre Vila Prudente e São Mateus.

O monotrilho foi interditado em 29 de fevereiro. Dois dias antes o pneu de um trem estourou e uma placa metálica despencou na avenida Sapopemba. A composição foi recolhida para manutenção, porém testes apontaram danos em pneus de outros trens. Segundo estimativa do próprio Governo do Estado, a cada dia que a linha ficou inoperante, o prejuízo foi de R$ 1 milhão.

A explicação para o problema foi que os dispositivos chamados “Run Flat” causaram os desgastes nos pneus. Esses dispositivos ficam nas rodas e garantem a movimentação do trem em casos de anormalidades, como pneus furados ou murchos. Porém, o tempo foi passando e a Bombardier, fabricante dos trens, e o Consórcio CEML, que construiu a via, não conseguiam apresentar uma solução para retomar a operação. O Governo informou que tomou providências para cobrar o ressarcimento dos prejuízos da paralisação.

18º DP investiga colisão que matou jovem na Mooca

Por volta das 2h da madrugada do último sábado, dia 13, o carro com a jovem Sophia Menegati, de 18 anos, foi atingido fortemente na traseira por uma BMW na altura do número 2.800 da avenida Paes de Barros, no sentido Mooca. Ela estava acompanhada do pai e do namorado. Todos ficaram feridos e precisaram ser encaminhados para hospitais.

Em estado grave, Sophia foi socorrida pelos bombeiros e levada ao Pronto Socorro da Santa Casa, mas acabou falecendo no próprio sábado. O pai da jovem, de 54 anos, foi internado no Hospital Municipal do Tatuapé, onde permanecia até o fechamento desta matéria. O namorado de Sophia, de 17 anos, e o motorista da BMW, Vicente de Paulo Mautone, de 29 anos, foram encaminhados ao Hospital Villa Lobos, na Mooca, e já tiveram alta.

Segundo informações prévias coletadas pela polícia, o choque da BMW aconteceu enquanto o veículo dirigido pelo pai de Sophia estava parado no semáforo. Dentro da BMW foram encontradas duas garrafas de uísque.

Por causa do horário do acidente, o caso foi registrado no 56º Distrito Policial – Vila Alpina, mas a investigação está sendo conduzida pela equipe do 18º Distrito Policial – Mooca.

A delegada titular do 18º DP, Dra. Silvana Sentieri Françolin, atendeu a reportagem da Folha e informou que o motorista da BMW não passou pelo teste toxicológico porque foi encaminhado ao pronto-socorro na sequência do acidente. De acordo com a delegada, ele será intimado para depor assim que forem ouvidas testemunhas do ocorrido que já foram localizadas pela equipe do distrito policial. Também aguardam os laudos da perícia, para detectar a velocidade da BMW, e analisam imagens de câmeras de segurança.

Hábitos que devem ser mantidos durante a flexibilização da quarentena

Nesta semana começou a flexibilização da quarentena em São Paulo. A retomada será gradual, foi dividida em cinco fases e todas elas necessitarão de cuidados especiais. Segundo o infectologista do São Cristóvão Saúde, Dr. Jorge Paez, alguns cuidados devem continuar mesmo após o fim da pandemia.

“Mesmo com a flexibilização devemos manter o isolamento social até que os números de casos novos e óbitos mostrem um declínio sustentado, o que atualmente ainda não está acontecendo. Se for necessário sair de casa, não saia sem máscara e lembre-se de trocá-la a cada duas horas ou antes se umedecer. É importante ressaltar que sempre que for tirar a máscara deve-se manusear pelos elásticos. Outra medida que devemos levar para a vida é a higiene das mãos e a etiqueta respiratória, fundamental para evitar a contaminação ao contato com superfícies, assim como levar as mãos na boca, nariz ou olhos.”, disse o infectologista.

Outra medida básica que muitos podem não se atentar é manter a carteira de vacinação atualizada e tomar as doses das vacinas necessárias da data correta, se protegendo de possíveis doenças. “Alguns hábitos que adquirimos ou reforçamos durante a pandemia devem ser mantidos para toda a vida, como manter ambientes limpos e arejados, higienizar corretamente os alimentos antes de prepará-los, lavar as mãos com mais frequência e da maneira correta, evitar sair de casa caso esteja com sintomas respiratórios para não contaminar outras pessoas, entre outros”, finaliza o infectologista Dr. Jorge Paez.

Quando a pandemia acabar e a vida enfim voltar ao normal, hábitos como higienizar embalagens de produtos que compramos no mercado ou delivery e o uso contínuo de máscara poderão ficar no passado.

 

Clube do Choro faz apresentações online

Para quem está com saudade das tradicionais rodas do Clube do Choro de São Paulo no saguão do Teatro Arthur Azevedo, a alternativa é seguir a página do teatro no Facebook (@teatroarthurazevedosp) onde acontecem apresentações online aos finais de semana.

Nesta sábado, dia 13, a transmissão da roda ao vivo está marcada para às 17h e reúne os músicos Marina Siqueira, Sergio Honorio e Camila Silva. Além de muita música, acontece bate-papo com histórias do Clube do Choro.

Mais atrações

Na página do teatro também acontecem lives frequentes com diversos artistas, além da chamada da programação online de outros centos culturais da cidade.

Desde que foi decretado o isolamento social em São Paulo, a Secretaria Municipal de Cultura passou a promover atividades através das redes sociais. Nesta semana, foi atingida a marca de 300 mil visualizações nas lives, com mais de 600 artistas envolvido.

Sesc apresenta lives infantis todos os sábados ao meio-dia


A programação especial
Crianças #EmCasaComSesc, voltada a pais e filhos, acontece sempre aos sábados, às 12h, com transmissão ao vivo pelo canal do YouTube e pela página do Instagram do Sesc São Paulo. Neste sábado, dia 13, a série apresenta o grupo Tiquequê.

Junto ao público em casa, a dupla formada por Wen e Diana Tatit resgata seus melhores sucessos, intercalados por brincadeiras e conversas para entreter toda a família.

Com 19 anos de trajetória e cinco espetáculos infantis no currículo, o grupo Tiquequê adaptou seu espetáculo para o formato online e ao vivo. No repertório, eles relembram seus maiores sucessos, como “Barulhinho, barulhão”, “Bota ovo” e “Se eu fosse”, além das composições mais recentes, como “Todo dia” e “Festa na floresta”.

A programação é pensada para o público familiar em tempos de isolamento social por causa do novo coronavírus e funciona como uma alternativa enquanto as unidades do Sesc-SP seguem fechadas.

Onde assistir:

youtube.com/sescsp

instagram.com/sescaovivo