Obra na Pinheiro Guimarães para mais vagas de estacionamento


Começaram no dia 9 deste mês as obras de implantação de uma baia com 54 vagas de estacionamento a 90 graus no trecho da rua Pinheiro Guimarães entre a avenida Anhaia Melo e a rua Mario Augusto do Carmo, ao lado da escola estadual Professor Américo de Moura (EPAM).

Segundo a Prefeitura, o objetivo da intervenção é organizar e proporcionar mais vagas de estacionamento na via, que concentra vários estabelecimentos comerciais. O custo dos trabalhos, que estão sendo realizados pela Subprefeitura de Vila Prudente, é de R$ 234 mil. Além das vagas de estacionamento, o canteiro lateral existente no trecho será revitalizado. A Prefeitura informou que não haverá necessidade de remover árvores.

De acordo com a administração municipal, assim que a obra for finalizada, com prazo de execução de 90 dias, será implantada sinalização horizontal demarcando as vagas e sinalização vertical de regulamentação de estacionamento a 90 graus. Foi ressaltado que equipes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) farão o monitoramento e fiscalização das obras. (Gerson Rodrigues)

Shoppings antecipam mês da criança e oferecem atrações gratuitas


Com a aproximação de outubro, considerado o mês das crianças, não faltam atrações para entreter a garotada. Até 13 de outubro, o Central Plaza Shopping recebe a Vila da Mônica que retrata o fictício bairro do Limoeiro, onde vivem os personagens criados por Maurício de Sousa. A garotada de 4 a 12 anos pode visitar gratuitamente as casas da Mônica, do Cebolinha, da Magali e do Cascão, cada uma delas com atividades e diversões diferentes. O espaço está montado na Praça de Eventos.

O Central Plaza também conta até novembro, com o novo Espaço Kids temático do Velho Oeste. Crianças de 1 a 8 anos podem desfrutar de carroça, escorregador, piscina de bolinhas e balanço de cavalinhos, entre outras atrações. A área de diversão gratuita está no corredor principal, na loja 114-115. O Central Plaza fica na avenida Dr. Francisco Mesquita, 1000, Vila Prudente.

No mundo do jogo
No Shopping Anália Franco, a atração é o Pac-Man Experience Kids, que remete ao jogo surgido nos anos 80 e que até hoje é um dos mais populares em todo o mundo. O espaço conta com labirinto igual ao game que coloca os participantes para fugir e lutar contra os fantasminhas. A atração fica na Praça de Eventos e é gratuita. O shopping fica na avenida Regente Feijó, 1739.

Crimes na Vila Zelina assustam moradores e comerciantes

Após a Folha publicar na semana passada, reportagem sobre casos de roubos praticados na região por homens em motocicletas, uma série de denúncias de outras ações criminosas chegou à redação. Um dos locais mais denunciados é o bairro de Vila Zelina, onde moradores e comerciantes estão assustados com o crescente número de furtos e roubos, principalmente de veículos e pedestres em plena luz do dia. Dois crimes recentes foram gravados por câmeras de segurança. Um ocorreu no dia 17 deste mês, na rua Inácio, e o outro na última quarta-feira, dia 25, na rua Tamuanas (foto).

As imagens do dia 17 mostram dois criminosos, um deles sobre uma bicicleta, abordando um homem que caminhava pela rua Inácio, por volta das 12h30. Eles obrigam o pedestre a entregar seus pertences e fogem com tranquilidade. No caso de anteontem, na rua Tamuanas, por volta das 10h, a câmera flagrou um homem conversando no celular e, em seguida, se abaixa sob a parte dianteira de um veículo estacionado na via para mexer no motor. Na sequência entra pela porta do motorista e aguarda o comparsa, que segundos depois, também sobe no carro e fogem.

De acordo com um morador que pede para não ser identificado, todos os dias há comentários sobre um novo crime. “Presto serviço para vários comércios do bairro e sempre escuto falarem sobre os assaltos. Além de veículos estacionados e pessoas que caminham pelas ruas, os estabelecimentos também têm sido alvo dos criminosos. Na semana passada um mercado próximo ao Largo de Vila Zelina foi invadido”, comentou. “Nos últimos anos a região cresceu muito e seu perfil modificou. Foram construídos vários empreendimentos, faculdades, escolas, estações do metrô e monotrilho, o que atraiu muitas pessoas para esta área, mas o que percebemos é que o efetivo da polícia militar não acompanhou esse crescimento e não foi reforçado para atender a demanda do bairro”, completou.

Segundo reportagem veiculada ontem no telejornal “Bom Dia São Paulo”, da Rede Globo, também sobre as ocorrências na Vila Zelina, Vila Prudente e arredores, dados da Secretaria de Segurança Pública apontam que crimes de furto e roubo na região tiveram alta de 10,67% entre janeiro e agosto de 2019 comparado ao mesmo período do ano passado. Entre janeiro e agosto de 2018, foram registrados 2.200 casos. Neste ano ocorreram 2.457.

Outro fato apurado pela Folha é a constante troca no comando da 4ª Companhia do 21º Batalhão da Polícia Militar Metropolitano, justamente a responsável pelo policiamento ostensivo na região. Segundo pessoas que participam ativamente do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) de Vila Prudente, em menos de um ano a Companhia já teve quatro comandantes diferentes, o que, na opinião delas, pode afetar as estratégias de segurança adotadas.

O 21º Batalhão informou que a última troca no comando da 4ª Companhia aconteceu há cerca de um mês, devido à transferência do capitão para a Diretoria de Ensino e Cultura da Polícia Militar. Não foram mencionadas as outras recentes mudanças. A nota do 21º Batalhão ressalta que a alteração no comando não impactou os indicadores criminais na região, uma vez que tais dados são monitorados diuturnamente pelos vários escalões da corporação.

O Batalhão salientou ainda que os indicadores de furto e roubos realmente aumentaram na região e, por isso, foram intensificadas ações e operações utilizando a Ronda com Auxílio de Motocicletas (ROCAM), Força Tática e Rádio Patrulha, mediante direcionamento de equipes das companhias circunvizinhas.

A Folha também procurou a Secretaria de Segurança Pública e aguarda um posicionamento. (Gerson Rodrigues)

Furto provoca suspensão de aulas em escola estadual

A escola estadual Oswaldo Cruz, que fica na rua da Mooca e é uma das mais antigas da cidade, suspendeu as aulas na última terça-feira, dia 24, após cabos de energia internos terem sido furtados durante a madrugada.

A unidade, que atende cerca de 900 alunos nos dois ciclos dos ensinos Fundamental e Médio, não pôde receber os estudantes pois estava sem luz. Questionada, a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo informou que a reposição dos cabos já foi realizada e as aulas voltaram ao normal na quarta-feira, dia 25. Um boletim de ocorrência foi registrado na delegacia local. O órgão informou ainda que o conteúdo pedagógico perdido será resposto e nenhum aluno será prejudicado com o ocorrido.

A Folha questionou a Secretaria sobre procedimentos de segurança que estão sendo adotados para que novos casos de furtos não ocorram, mas o órgão na se posicionou.
A escola é uma das unidades da rede estadual construídas na República Velha e funciona no bairro da Mooca desde 1914, quando era denominada Grupo Escolar da Mooca. Em 1917 passou a homenagear Oswaldo Cruz em seu nome. No ano de 1924 chegou a servir de hospital de guerra no curso da Revolução Paulista de 1924. (Gerson Rodrigues)

 

Criminosos em motos fazem mais vítimas


No último dia 12, por volta das 20h30, entre as ruas Alagoinhas e Faria Lobato, na Santa Clara, dois homens de moto assaltaram uma moradora das proximidades que voltava para casa. De acordo com a vítima, a dupla a abordou sob forte ameaça. “Estava realizando minha caminhada habitual quando os dois apareceram. Eles estavam armados e em uma moto azul. Me ameaçaram de morte e levaram minha bolsa, celular e documentos”, conta Fabiana Romero, que registrou boletim de ocorrência.

Situação parecida aconteceu no último dia 10, por volta das 19h, no ponto de ônibus localizado em frente à estação Oratório do monotrilho, na avenida do Oratório, Jardim Independência. De acordo com uma das vítimas, sete pessoas estavam no local aguardando o transporte quando foram abordadas por dois homens armados, cada um em uma moto. “Eles levaram os celulares de todas as pessoas. Uma delas tentou alegar que não tinha, mas foi ameaçada de morte e acabou entregando. Foi tudo muito rápido”, contou.  Segundo a vítima, na semana anterior uma amiga também foi roubada no mesmo local. O caso foi registrado no 42º Distrito Policial – Parque São Lucas.

Questionado pela Folha, o 21º Batalhão de Polícia Militar informou que o policiamento nos locais e horários citados será intensificado para minimizar esse tipo de ocorrência. Foi ressaltado que com o policiamento ostensivo/preventivo é possível minimizar esse tipo de delito. A corporação esclareceu que já possui um ponto de estacionamento diário de viatura na avenida do Oratório, com a avenida Alberto Ramos, no período das 22h às 23h30. (Gerson Rodrigues)

Prefeitura reabre as piscinas públicas

A Prefeitura se antecipou e, antes mesmo da chegada da primavera, reabriu as piscinas dos clubes municipais desde a última terça-feira, dia 17. Na região existem três complexos aquáticos, mas apenas dois estão funcionando: o do Clube Escola Mooca e o do Ceret. As piscinas do CEE Arthur Friedenreich estão em reforma por conta das obras do CEU Vila Prudente.

De acordo com a Secretaria Municipal de Esportes, todos os clubes contam com salva-vidas munidos de equipamentos obrigatórios. As piscinas funcionam gratuitamente de terça a domingo, das 8h às 17h. Às segundas-feiras ficam fechadas para manutenção.

Para obter a carteirinha dos clubes é necessário levar uma foto 3×4, comprovante de residência (não precisa morar na região) e RG, sendo que menores de 12 anos devem estar acompanhados dos pais. Não é mais necessário realizar exame dermatológico.

Clube Escola Mooca

Conta com duas piscinas. A maior é a recreativa no formato feijão, com 79 metros de comprimento e profundidade de 60 centímetros até 2,5 metros. O equipamento tem um toboágua de mais de sete metros e oito chafarizes. A infantil possui 33 metros de comprimento, 29 metros de largura e um metro de profundidade. Há ainda um escorregador de 1,85 metro.
Clube Escola Mooca: rua Taquari, 635 – telefone: 2694-7668.

 

Ceret

Famoso por ter uma das maiores piscinas públicas de São Paulo, com 100 metros de comprimento e 50 de largura, o Ceret possui mais duas piscinas infantis que costumam receber grande público em dias de sol.
Parque Esportivo dos Trabalhadores: rua Canuto de Abreu, s/n – telefone: 2671-8788.

Henry Ford recebe inédito projeto de segurança entre empresas

Assustados com o aumento do número de furtos ocorridos nos últimos meses, responsáveis pelas empresas instaladas na avenida Henry Ford, divisa da Mooca com a Vila Prudente, se organizaram e implantaram o projeto Vizinhança Solidária ao longo da via. A iniciativa visa estreitar a comunicação entre os empresários e a Polícia Militar, aumentando a troca de informações e, por consequência, a diminuição dos crimes na região. Até então em vigor apenas em ruas residenciais e comerciais, esta é a primeira versão do programa voltado a um polo industrial no estado de São Paulo.

De acordo com dados da 1ª Companhia do 21º Batalhão de Policia Militar Metropolitana, nos primeiros meses do ano passado nenhum crime foi registrado na Henry Ford. No entanto, no primeiro semestre deste ano, já foram 18 delitos. “Após a tragédia ocorrida no início do ano, por causa da enchente histórica que destruiu diversas empresas, os responsáveis por essas indústrias começaram a interagir mais e no decorrer dos últimos meses percebemos que os furtos aumentaram bastante, principalmente de cabos de transmissão de energia. Nos mobilizamos e procuramos a Polícia Militar para aumentar o policiamento na área. A partir daí, surgiu a ideia de implantarmos o projeto Vizinhança Solidária”, comenta João Lo Re Neto, representante dos empresários da Henry Ford.

Na tarde da última quarta-feira, dia 18, o comandante da 1ª Companhia da PM, capitão Adriano, acompanhado de alguns empresários, fixaram as primeiras placas nas fachadas das empresas identificando a participação no projeto de segurança. “O programa tem o intuito de fazer com que os vizinhos se conheçam e troquem informações, principalmente de ações suspeitas, e comuniquem a PM”, explicou o capitão. “Também tenho passado nas indústrias e orientado os responsáveis sobre a prevenção primária, que consiste em ajustes estruturais que melhoram a segurança, como a manutenção de portões, elevação de muros, manutenção das janelas, grades e portas, entre outras coisas”, completou.

Na próxima segunda-feira, dia 23, o capitão Adriano reunirá funcionários do setor de segurança e da portaria das empresas para orientar sobre o programa e as formas mais eficazes de proceder. (Gerson Rodrigues)

Representante das empresas, João Lo Re Neto e o comandante da 1ª CIA, capitão Adriano

 

Placas de identificação do projeto foram implantadas na fachada das empresas
Todas as faixas do Alcântara Machado liberadas para veículos leves
Até o final da tarde de ontem, o viaduto permanecia com faixas bloqueadas por causa de um incêndio ocorrido no dia 12.

 

A Secretaria de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB) realizou nova vistoria ontem no viaduto Alcântara Machado, na divisa da Mooca com o Brás, e concluiu que a estrutura está em condições de suportar o tráfego de veículos leves e ônibus simples (apenas dois eixos) em todas as faixas de rolamento, nos dois sentidos. Caminhões e ônibus articulados continuam proibidos de circular pela via.

Após ter sido atingido por um incêndio no último dia 12, na altura da Rua Piratininga, apenas três faixas em cada sentido do viaduto Alcântara Machado ficaram liberadas para o tráfego de veículos leves ao longo desta semana.

A Prefeitura informou que fez a retirada de corpos de prova (amostra de material) da estrutura do viaduto e a remoção da camada de concreto que foi danificada pelo fogo. Foram recolhidas amostras de concreto e de aço, que estão passando por análise para que seja definido qual o exato dano que o incêndio causou ao viaduto.

Até a próxima semana serão publicados no Diário Oficial as contratações emergenciais do laudo estrutural (onde serão verificadas o estado do concreto, das ferragens, juntas de dilatação, entre outros elementos estruturais) e da obra de recuperação da via.

Justiça determina prorrogação do Mais Médicos em São Paulo

No último domingo, dia 15, venceu o prazo do convênio entre a Prefeitura e o Ministério da Saúde firmado através do Programa Mais Médicos. Como o Governo Federal não manifestou o interesse de prorrogar o contrato tornou incerto o futuro dos atendimentos em algumas áreas da cidade, que perderia 37 médicos que atuam em Unidades Básicas de Saúde. Na região, seis equipamentos seriam desfalcados – UBS Vila Prudente, UBS Vila Alpina, UBS Vila Califórnia, UBS São Lucas, UBS Vila Heloisa e UBS Reunidas II. Diante da situação, movimentos populares ingressaram na última segunda-feira, dia 16, com uma ação judicial, e no dia seguinte a Justiça concedeu liminar obrigando o Governo Federal a prorrogar por seis meses o contrato com os profissionais.

A liminar foi determinada pelo juiz Paulo Cezar Duran da 21ª Vara Cível Federal de São Paulo. O magistrado constatou que a Prefeitura e o Governo Federal não criaram alternativas para substituir o Mais Médicos no município. A decisão, que vale por seis meses, é para que ocorra entendimento entre as esferas.

“Essa decisão judicial é importante, mas devemos lembrar que ela é provisória. Também temos que lembrar que o Ministério da Saúde é contra o Programa Mais Médicos até por motivos ideológicos”, comentou a vereadora Juliana Cardoso (PT), que é integrante da Comissão de Saúde da Câmara Municipal. “O governo Bolsonaro lançou o Programa Médicos para o Brasil, mas ele não contempla grandes cidades como São Paulo, que tem regiões da periferia sem médicos”, completou.

O convênio foi firmado em 2016 entre a Secretaria Municipal de Saúde e o Ministério da Saúde. A Prefeitura repassa ao governo os recursos para o pagamento de salários, além de custear a moradia e a alimentação. Todos os profissionais do programa em São Paulo são formados no exterior e não possuem o número do Conselho Regional de Medicina (CRM), o que impede que a Prefeitura os contrate de foram direta. O edital do Ministério da Saúde, entretanto, permite que eles atuem sem a licença. Dos 37 médicos que seriam dispensados, 35 são brasileiros, um uruguaio e um venezuelano.

A Secretaria Municipal de Saúde ressaltou que desde abril vem insistindo, sem êxito, na renovação do convênio junto ao Governo Federal. O Ministério da Saúde afirmou que vai avaliar os possíveis trâmites legais e cumprirá a decisão judicial. (Colaboração André Kuchar/Gerson Rodrigues)

 

 

 

 

 

Encontro de Carros Antigos no Central Plaza Shopping

Com entrada gratuita, acontece neste final de semana o Encontro de Carros Antigos do Central Plaza Shopping, na Vila Prudente. O evento, que completa um ano, contará com programação especial, incluindo a exposição da Brasília amarela, pertencente ao grupo Mamonas Assassinas, e do carro do Batman.

O encontro, organizado pelo Antigos Auto Clube de São Paulo, acontece neste sábado, dia 21, das 9 às 22h e no domingo, dia 22, das 9 às 17h, em área totalmente coberta e confortável no piso térreo (acesso 1) do shopping.

O visitante também poderá se divertir com música ao vivo no sábado, às 15h, com a banda Somrisal, cover dos Mamonas Assassinas e sua Brasília Amarela.  Para quem coleciona autos antigos haverá o Mercado de Pulgas, nos dias do evento.

Durante o evento haverá ainda atividades para as crianças, com brinquedos infláveis, maquiagem infantil, entre outras atrações com acompanhamento de monitores.

Para quem deseja expor seu veículo no encontro pode buscar informações pelo site: www.antigosautoclubesp.com.br

O Central Plaza Shopping fica na avenida Doutor Francisco Mesquita, 1.000, Vila Prudente.