9 Comentários

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado

Por favor insira um comentário
Por favor informe seu nome
Informe uma url válida.

  • Ronaldo rossi 22 de fevereiro de 2018, 15:42

    Muito boa reportagem

  • Ricardo 23 de fevereiro de 2018, 16:05

    Não entendi a matéria as estações vão ser entregues mais a viagens vão ser em horários diferentes (operação assistida) quer dizer que nada vai mudar nada, o Trem vai seguir da estação São Lucas ao Jardim Planalto e no trecho já entregue o Trem vai seguir da estação Oratório a Vila Prudente. O governador isso e campanha eleitoral???

  • Ricardo 23 de fevereiro de 2018, 16:23

    Moro próximo da estação São Lucas vai ser uma alternativa, pois pretendo fazer o restante do percurso até minha casa a pé, só me preocupo com os trens pois o numero de usuários vai aumentar muito.

  • Ricardo 26 de fevereiro de 2018, 14:23

    Passei pela ciclovia ficou bom falta acabamento em alguns trechos, as pessoas já estão usando…

  • Ricardo 1 de março de 2018, 13:32

    As estações Parque São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói, Vila União e Jardim Planalto, vão ser inauguradas no dia 31/03/2018…

  • muertoerisas 5 de março de 2018, 12:41

    Isso me fez lembrar a estação que os russos fizeram no Brasil ano passado para monitorar lixo espacial kkkk sempre achei que o objetivo era catalogar satélites americanos e chineses em órbita. Outra curiosidade interessante: a URSS tinha nos anos 70 um projeto chamado “Almaz de estações espaciais militares, uma delas chegou a destruir um satélite com um canhão de 23mm. Houve testes com canhões remotamente operados em solo ou pelos proprios cosmonautas.

  • Ricardo 5 de março de 2018, 13:10

    Muito boa a reportagem…

  • EpilepsyU 6 de março de 2018, 05:30

    Felix,Vamos comparar o Metrô e a CPTM Até pouco tempo atrás o metrô de São Paulo ostentava a certificação ISO na Manutenção e Operação, somente o metrô de Hong Kong tinha a mesma certificação de qualidade. Disputava com o Corpo de Bombeiros e o Poupatempo o prêmio e órgão público mais admirado pela população (e ainda dava lucro). A CPTM era um péssimo exemplo sob qualquer ponto de vista. Ambas empresas são administradas pelo GESP e tem seus sindicatos fortes e combativos. Hoje exalta-se a qualidade do serviço da CPTM, um exemplo de qualificação e administração de uma empresa pública, ao mesmo diz-se que o metrô é ineficiente e tem que ser privatizado porque o poder público não sabe administrar e o sindicato é um grande problema. É óbvio que houve diferentes posições do governo para as empresas, a emprsa que dá lucro está sendo sucateada para justificar a entrega de um serviço lucrativo para os empresários a empresa problema foi corretamente administrada para (entre outros motivos) servir de exemplo da boa gestão do governador. Só pra lembrar, o Grupo CCR é formado por empreiteiras ligadas tanto à Lava Jato quanto ao cartel das obras do Metrô, ou seja estamos entregando o melhor do serviço público para bandidos.

  • Ricardo 7 de março de 2018, 11:47

    Bom dia com inicio do funcionamento do monotrilho as linhas de ônibus que fazem o mesmo itinerário sofreram mudanças ou serão desativadas?