Lombadas ‘esquecidas’ pela Prefeitura causam transtornos

lombada-1A Prefeitura tem reduzido o limite de velocidade de importantes vias da cidade para aumentar a segurança viária. No entanto, na contramão da proposta, o governo municipal tem negligenciado o serviço de implantação e manutenção de lombadas. Embora o Conselho Nacional de Trânsito exija a sinalização adequada desses obstáculos, na região o motorista se depara com diversas lombadas sem a devida pintura de solo.

Pais protestam contra mudança na rede de ensino do Estado

protesto-orfanatoNo início da tarde da quarta-feira, dia 7, pais e alunos da escola estadual Professora Júlia Macedo Pantoja, na rua Assupá, Vila Prudente, protestaram contra as mudanças que o Governo do Estado pretende adotar na rede de ensino em 2016. A principal insatisfação é com a transferência de estudantes para outras unidades. Com cartazes e apitos, os manifestantes saíram da porta da escola e caminharam pela rua do Orfanato até o Largo de Vila Prudente. O trânsito ficou bloqueado no sentido centro.

Conheça os vencedores do concurso de fotografia

 

vilaSetenta e três participantes enviaram até três imagens para a segunda edição do concurso de fotografia “A Vila Prudente Que eu Amo”, que faz parte dos eventos de aniversário do bairro. Foram selecionadas 210 fotos que atendiam os requisitos estabelecidos pelo regulamento, principalmente em relação ao tamanho e resolução mínimos para ampliação, sem perder a qualidade. Puderam participar profissionais ou amadores com idade mínima de 16 anos.

Políticas para os idosos: cuidado com o futuro de São Paulo

Ontem, dia 1º, foi celebrado o Dia Internacional do Idoso, instituído pela Organização das Nações Unidas para sensibilizar a sociedade para as questões que afetam essa parte importante da população. Mas será que a cidade de São Paulo tem o que comemorar?

O povo não confia na Câmara Municipal. E quem se preocupa?

Em junho a Câmara Municipal de São Paulo aprovou um projeto de lei (PL) que aumenta de 18 para 30 o número de assessores por vereador. Eu fui o único líder de partido que não assinou o projeto, e consequentemente fui contrário à proposta nas duas votações. Embora não tenha havido aumento de despesa para o pagamento desses novos funcionários, pois cada gabinete continua com a mesma quantidade de recursos para contratar assessores, a iniciativa elevará os gastos com benefícios trabalhistas, como vale-transporte e vale-refeição. Eu me opus desde o início ao projeto porque acredito, em primeiro lugar, que é possível fazer um bom trabalho com os assessores já existente. Além disso, me preocupo muito com a imagem do Legislativo perante a população.

Padilha não aparece em visita a terreno de UBS

ubs-vila-emaMarcada para o sábado, dia 26, não aconteceu a esperada presença do secretário municipal de Saúde, Alexandre Padilha, no terreno onde está prevista a construção da Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Ema, na rua Gustavo Stach. Anunciada pela Coordenaria Regional de Saúde Sudeste e por assessorias de vereadores da região, a visita marcaria o início das obras da UBS.

Longos intervalos de linhas de ônibus prejudicam usuários

ônibusO morador da Vila Alpina, Douglas Nunes de Souza, é um dos muitos usuários de ônibus da região que é obrigado a exercitar a paciência. Ele reside na rua Costa Barros e se desloca todos os dias até a estação Vila Prudente do Metrô para ir ao trabalho. Na ida, Souza precisa se programar com antecedência para não se atrasar e na volta, é necessário contar com a sorte para chegar na parada que fica na avenida Anhaia Mello com a rua Virgílio instantes próximos à passagem do coletivo. Caso se atrase, perde muito tempo aguardando o próximo carro. Souza relata que os intervalos entre os ônibus são muito longos e quando chegam nos pontos a procura é grande, dificultando o embarque. As linhas problemáticas utilizadas por ele são: 476G-10 (Ibirapuera/Jardim Elba) e 476G-41 (Metro Ana Rosa/Vila Industrial).

Estado prorroga de novo prazo de entrega do Piscinão Guamiranga

piscinãoEm janeiro de 2014 o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) do Governo do Estado, responsável pela construção do Piscinão Guamiranga, entre os baixos do viaduto Grande São Paulo e avenida Doutor Francisco Mesquita, na Vila Prudente, informou que 47% dos serviços estavam executados e a previsão de entrega total era no final daquele ano. O anunciado não foi cumprido e, sem justificativas, o prazo de conclusão foi empurrado para este mês. No entanto, basta passar pelo local para constatar que ainda há muito serviço pela frente. Questionado pela Folha, o DAEE informou na última quarta-feira, dia 30, que a nova previsão de término é 2016 – não foi especificado o mês – e encontram-se apenas com 62% dos trabalhos concluídos. Não foi explicado porque em 20 meses os serviços avançaram apenas 14%. A construção do piscinão foi iniciada em dezembro de 2012.